Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 03/07/2012

Na imprensa em língua chinesa de Macau, em grande plano a assinatura do 9º suplemento do acordo CEPA e também o seguimento do encerramento temporário do hotel New Century. Outros jornais, sublinham que o novo suplemento do CEPA facilita a ida da banca para a Ilha da Montanha. Mas há ainda mais temas a marcar a actualidade, em Hong Kong, por exemplo, C.Y. Leung está novamente nas capas dos matutinos.  

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun coloca em grande plano a assinatura do 9º suplemento do acordo CEPA, um documento assinado pelo Chefe do Executivo e pelo vice-ministro chinês do comércio. Neste diário, em ênfase ainda o encerramento temporário do Hotel New Century, com representantes dos dois accionistas a apresentarem justificações diferentes e as autoridades a decidirem avançar para uma investigação. Já o sector profissional teme que a situação afecte as excursões e espera uma resolução rápida do caso.

A polémica em redor do New Century também faz a capa do Va Kio. Mas o jornal traz para primeiro plano ainda outra suspensão: a dos serviços de transporte marítimo pela Norte Oeste Expresso. A Capitania dos Portos segue o incidente, mesmo com 80 por cento dos bilhetes já reembolsados, e a empresa está obrigada a entregar um relatório em 10 dias. Noutro destaque, o Va Kio escreve que a população está contra a instalação dos Serviços de Prevenção de Consumo e Abuso de Drogas na Ilha Verde. Os moradores da zona mostram-se preocupados com uma eventual influência negativa nas crianças.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi, nesta manhã, tem dado ênfase a Chan Meng Kam. Numa interpelação escrita, o deputado propõe o reforço da divulgação do recenseamento eleitoral.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily faz manchete com a Ilha da Montanha que “pode tornar-se uma base para credores locais”. Chamada de capa ainda para a recuperação do crescimento das receitas dos casinos em Junho, apesar do valor continuar abaixo das expectativas do mercado. O diário económico destaca também a suspensão temporária, de ontem, do hotel New Century.

O tema New Century é puxado também para capa no Macau Post Daily. Diário que, noutro título, diz que o Governo pondera penalizar a Norte Oeste Expresso por causa da suspensão das operações de transporte marítimo e dá 10 dias à empresa para entregar um relatório.

O Macau Daily Times destaca que a “Wynn pagou 50 milhões de dólares a uma empresa desconhecida de Macau na sequência da concessão do terreno no Cotai”, – mais uma notícia do Wall Street Journal sobre a indústria do jogo do território. Na fotografia, o rescaldo do Euro 2012, com a chegada dos “heróis” a Espanha. Ainda na primeira página, em foco a aplicação que é um tradutor para táxis.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O jornal Tribuna de Macau diz na manchete que loja social, que está a ser criada pela Santa Casa da Misericórdia, “vai acudir mais carenciados”. Na fotografia, o arranque do curso de Verão da Universidade de Macau, com a presença da nova directora do Departamento de Português, Fernanda Gil Costa. Ainda numa chamada de capa, a Lei do Erro Médico que avança no quarto trimestre deste ano.

O Ponto Final escreve que “Wall Street volta a atacar”, desta vez, sobre a concessão do terreno no Cotai à Wynn. O matutino refere que o terreno no Cotai estaria prometido a um empresário de Macau chamado Ho Ho e terá sido Edmund Ho a facilitar a negociação com Steve Wynn. Um negócio supostamente concluído com a operadora a pagar 50 milhões de dólares a Ho Ho. No destaque fotográfico, “banca a caminho da Montanha”. Os activos exigidos às instituições financeiras locais para exercerem actividade na Ilha da Montanha foram revistos e diminuídos, com o novo suplemento CEPA.

O Hoje Macau escreve na manchete que “ninguém quer ir à Assembleia”. De acordo com este diário, no último ano, só 19 pessoas recorreram ao direito de reunir com os deputados. Na capa ainda uma chamada sobre a visita à China de Paulo Portas, que “se desfaz em elogios à China”.  

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post faz capa mais uma vez com o novo Chefe do Executivo, que foi “forçado a fugir de reunião”.C.Y. Leung adiou participação num encontro, ao ser recebido por um grupo de manifestantes, na zona de Tuen Mun. Ainda neste diário, a Apple paga 60 milhões de dólares à Proview Technology e encerra uma longa batalha judicial quanto à marca registada ipad na China.

A notícia da Apple também merece uma chamada de capa no China Daily. O diário coloca em grande destaque o oitavo Fórum Pequim-Tóquio. Na manchete lê-se: ”laços mais fortes oferecem maior esperança”. China e Japão, - as duas maiores economias asiáticas -, reforçam relações para se protegerem da turbulência económica mundial. 

Por último, o The Standard, que puxa para a capa Macau, escrevendo ”hóspedes tatuados fecham hotel” do New Century. Na capa, este diário foca também os protestos contra C.Y. Leung.