Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 28/06/2012

Na imprensa de língua portuguesa de hoje, destaque para as mágoas do Euro 2012. Noutros jornais, um conjunto de burlas que lesaram alguns casinos do território em dezenas de milhões de dólares de Hong Kong é outro dos temas fortes desta quinta-feira. Saiba mais aqui.

 

Jornais de Macau em língua chinesa (Ou Mun e Va Kio)

 

A detenção de 19 suspeitos de envolvimento num esquema de burlas a vários casinos é um dos temas em destaque no Ou Mun e no Va Kio, que explicam como o grupo terá, alegadamente, escondido câmaras nas mangas das camisas para filmar os croupiers a baralharem as cartas. Num desses casos, o casino ficou lesado em 13 milhões de dólares de Hong Kong. Um membro das forças de segurança pública também terá, alegadamente, participado nos crimes.

 

O jornal Ou Mun noticia também um caso confirmado de infecção humana pelo estreptococo suíno – a vítima, de 54 anos, é residente de Macau e dono de uma loja de carne assada. O Ou Mun dá ainda conta da queda de um muro, na zona das Ruínas de São Paulo, e do adiamento, até ao final do ano, do prazo para aplicação das “Medidas Provisórias do Programa de Benefícios de Tarifas para Pessoas com Deficiência”.

 

O simulacro no mar, realizado anualmente por Guangdong, Hong Kong e Macau, decorreu ontem e merece destaque na primeira página do Va Kio. O jornal explica que foi revisto o mecanismo de cooperação das entidades de busca e salvamento, de forma a reforçar a capacidade das equipas.

 

Canal Chinês da Rádio Macau

 

Na manhã informativa da Ou Mun Tin Toi, destaque para a recolha de um produto farmacêutico com problemas de qualidade. O Canal Chinês da Rádio Macau conta também que os Serviços de Saúde foram notificados de um caso de infecção colectiva por enterovírus na Creche da Associação Geral das Mulheres de Macau.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau revela hoje que “o Tribunal Judicial de Base vai julgar oito arguidos ligados a Ao Man Long”. O julgamento arranca no dia 17 de Setembro e envolve Joseph Lau, Steven Lo e Luc Vriens.

 

Na capa do JTM de hoje destaque também para o Euro 2012: “Espanha afastou Portugal na ‘lotaria’ dos penáltis.” O diário entende que foi “por uma bola negra”.

 

O Jornal Tribuna de Macau noticia ainda a “possível alteração nas regras de fixação de residência”, que “gera estranheza e preocupação”. Espaço também para o projecto da Google que “ajuda patuá e mais de três mil línguas e dialectos em risco”.

 

A capa do Hoje Macau é esta quinta-feira inteiramente dedicada ao fim do sonho português no Euro 2012. Na imagem, um Cristiano Ronaldo desiludido. No título, duas palavras apenas: “À trave.”

 

Nas páginas interiores, podemos ler que Paul Chan Wai Chi, deputado da Associação Novo Macau, entende que “o Governo deve reaver o terreno” envolvido na polémica sobre a doca de Lam Mau. Noutra notícia, o diário dá conta das declarações da secretária para a Administração e Justiça, Florinda Chan, que entende que o Governo está “a comunicar bem com a AL [Assembleia Legislativa]” e que há “resultados notáveis na função pública”.

 

“Cheques não compensam”, escreve o Ponto Final na manchete, aludindo às conclusões do académico Bruce Kwong. O analista político considera que a paz social “comprada” com os cheques está esgotada e sugere novas prioridades: salário mínimo, controlo da inflação, combate ao trabalho ilegal e medidas que ajudem a minimizar a escalada dos preços das habitações.

 

Também a capa do Ponto Final é dedicada, em parte, ao Euro 2012: “Lágrimas de cabeça erguida.” Foi assim que, segundo o diário, a selecção portuguesa de futebol saiu da competição. Para o Ponto Final, a equipa das quinas nunca foi, no entanto, “superior” à Espanha, e “acabou em dificuldades, por faltar a força física às suas principais pedras e não ter suplentes à altura”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

“Kai Fong, Operários e Associação das Mulheres são alegados alvos de relatório de auditoria.” É a manchete do Macau Daily Times, que indica que serão estas algumas das associações visadas pelo Comissariado de Auditoria, na avaliação que fez à Fundação Macau e que apontava para alegados abusos relacionados com a atribuição de subsídios a determinados grupos sociais. Ao jornal, o Comissariado não quis confirmar, no entanto, a quem se referia.

 

O jornal escreve ainda que está “tudo na mesma nos casinos de Macau”: “Packer e Lawrence Ho em conversações sobre Manila.”

 

Já o Business Daily escreve que vai continuar a “chover dinheiro”: os cheques da comparticipação pecuniária devem continuar nos próximos anos. Esta é, pelo menos, a previsão de Bruce Kwong, professor da Universidade de Macau. Para o académico, a medida não é, no entanto, a melhor solução para conter a insatisfação e desenvolver o território.

 

O diário financeiro de Macau publica também uma entrevista a Chui Sai Peng. As propostas de lei de salvaguarda do património, do planeamento urbano e do regime jurídico dos bairros antigos estão a caminho e o deputado acredita que o pacote de novas regras pode vir a revolucionar os bairros degradados da península.

 

À semelhança do Macau Daily Times, também o Macau Post Daily conta, na primeira página, que um magnata das Filipinas e a Melco se preparam para selar um acordo sobre a futura construção de um casino em Manila.

 

O jornal chama ainda a atenção para um caso de polícia: 19 pessoas foram detidas por suspeita de burlarem os casinos do território em dezenas de milhões de dólares de Hong Kong, em pelo menos três fraudes diferentes. O caso, que envolveu a filmagem clandestina de cartas que eram distribuídas nas mesas de baccarat, começou a ser investigado no ano passado.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post conta que “o escândalo da casa já atingiu o índice de popularidade de CY Leung”. Segundo uma sondagem encomendada pelo jornal, 70 por cento dos entrevistados entendem que o caso manchou a integridade do Chefe do Executivo eleito e quase 52 por cento acreditam mesmo que o escândalo afecta a sua adequação ao cargo.

 

Noutro título, o diário escreve que “Leung pede tempo para verificar fotografias que colocam em causa as suas explicações anteriores” sobre as polémicas estruturas ilegais da sua casa no The Peak.

 

“Empresas vão unir-se na Europa”, antevê o China Daily, que explica que um conjunto de companhias privadas da China vai abrir delegações na Europa e aconselhar outras empresas chinesas a investirem no Velho Continente.

 

Além de uma imagem do primeiro-ministro Wen Jiabao em Santiago, com o presidente chileno Sebastian Pinera, o diário oficial escreve ainda que o vice-presidente chinês, Xi Jinping, promete “apoio total” a CY Leung, que toma posse no próximo domingo, como Chefe do Executivo de Hong Kong.

 

No The Standard, destaque para “os presentes de Pequim” a Hong Kong, no 15º aniversário da transição de soberania para a China: “Yuan e cruzeiros estão entre os doces económicos”, diz o jornal.