Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 07/06/2012

Na imprensa em língua chinesa, destaque para o envio para Pequim das propostas sobre a reforma política de Macau. Já os jornais em língua inglesa dão destaque ao La Scala, um caso tratado também pelos diários portugueses. Na imprensa de Hong Kong, o regresso do processo Lehman Brothers: o Conselho Legislativo conclui um relatório em que aponta o dedo ao antigo presidente da Autoridade Monetária da região vizinha.

 

Jornais de Macau em língua chinesa (Ou Mun e Va Kio)

 

O jornal Va Kio dá grande destaque a Chui Sai On: o líder do Governo enviou as duas propostas de revisão das metodologias de eleição do Chefe do Executivo e dos deputados à Assembleia Legislativa para Pequim, para o Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional. Ainda na primeira página do Va Kio, espaço para um caso de tráfico de droga: um homem oriundo de Malásia foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) no Aeroporto Internacional de Macau, quando se preparava para entrar no território com uma grande quantidade de metanfetaminas. Outro caso de polícia a merecer destaque no Va Kio: foi detido um indivíduo acusado de ser o chefe de um grupo de agiotas. A PJ acredita que há dez pessoas envolvidas.

 

O jornal Ou Mun reserva espaço na primeira página para dois dos temas tratados pelo Va Kio – o caso de tráfico de droga e o envio das propostas sobre a reforma do sistema político de Macau para Pequim – mas noticia ainda, na capa, um acidente ocorrido na madrugada de ontem, na Estrada da Baía da Nossa Senhora da Esperança. Um homem de 30 anos bateu em vários carros que se encontravam estacionados. O condutor alega que estava com sono, por não ter dormido o suficiente.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar voz ao deputado Lam Heong San, que está preocupado com o Fundo de Previdência Central e escreveu ao Executivo acerca desta matéria. Noutra interpelação ao Executivo, Ng Kuok Cheong pergunta para que servem tantas habitações económicas com apenas “um quarto e uma sala”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Post Daily puxa para manchete o caso La Scala: o promotor poderá interpor recurso se o Governo anular a concessão. É a referência do jornal a um comunicado enviado ontem à noite pela Chinese Estates Holdings à bolsa de valores de Hong Kong. Ainda na primeira do Post Daily, o caso do Clube Náutico de Macau: “Membros suspeitam de corrupção”, lê-se no título do jornal.

 

O La Scala está também em destaque no Business Daily, que já lhe chama “novela”, e que dá conta dos receios de compradores de apartamentos, que temem que o Governo recupere os terrenos. Na primeira do Business Daily, espaço ainda para o processo em tribunal referente à Viva Macau: dias antes de entrar em bancarrota, a operadora estava perto de conseguir um investimento da Air Asia, revelou o advogado da companhia área que deixou de operar em 2010.

 

O Macau Daily Times opta por dar ênfase à promessa conhecida ontem ao final do dia em relação ao mangal da Taipa: o Governo vai reconsiderar a localização do centro de informação rodoviária. No destaque com imagem, “olhos virados para o céu para ver Vénus passar à frente do sol”.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau explica que “as agências imobiliárias não perderam tempo em ‘atacar’ o mercado”: “Zhuhai aproveita fronteira de 24 horas para vender casas mais caras à RAEM”. No destaque com fotografia, o caso do Clube Náutico: “Sócios lançam SOS”.

 

No Ponto Final, em manchete “A queda do La Scala”, numa chamada que remete para os acontecimentos mais recentes sobre o caso da Chinese Estates Holdings. Em falsa manchete, com direito a fotografia, lê-se “A lei do mangal” – “Os organizadores do movimento pela protecção do mangal da Taipa querem uma lei que proteja toda aquela área – e não só por causa das garças”.

 

Quanto ao Hoje Macau, publica na primeira página uma fotografia de Jason Chao, que termina mandato à frente da Associação Novo Macau. “Ninguém se assume como candidato”, avança o jornal, para o título: “Democracia sem escolha”. No topo de página, uma chamada sobre a dança. “Profissionais dizem que Macau não tem nível internacional”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O Chefe do Executivo eleito de Hong Kong, C.Y. Leung, está hoje em destaque no South China Morning Post. O sucessor de Donald Tsang assegura que não vai perder tempo quando assumir o cargo – promete atacar os principais problemas da cidade, com a habitação e o apoio aos idosos no topo da lista de prioridades. O matutino dá ainda destaque na primeira página ao caso do Lehman Brothers: quatro anos depois do fiasco, um relatório do Conselho Legislativo de Hong Kong vem apontar o dedo à “ineficácia” da legislação financeira da região.

 

O caso do Lehman Brothers está também em destaque no Standard, com um título-citação: “A minha consciência está tranquila”, diz Joseph Yam, o antigo presidente da Autoridade Monetária de Hong Kong.

 

Joseph Yam merece também referência na primeira página do China Daily, que escreve que o relatório do Conselho Legislativo culpa o ex-presidente da Autoridade Monetária no fiasco das minibond. Mas a primeira página do China Daily é ocupada em grande parte por uma imagem em que se vê Hu Jintao e Vladimir Putin a olharem um para o outro. A fotografia de família foi tirada ontem em Pequim, no Grande Palácio do Povo, e serve para ilustrar a notícia que dá conta da estratégia definida pelos líderes da Organização para a Cooperação de Xangai.