Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Wynn promete ir mais além do jogo no Cotai
Terça, 05/06/2012

O futuro empreendimento da Wynn Macau no Cotai vai custar cerca de 4 mil milhões de dólares norte-americanos, revelou, hoje, Steve Wynn. Numa conferência de imprensa, em Macau, o magnata explicou que a concessionária ainda procura garantir financiamento para um projecto que não terá o jogo como a maior aposta.

 

De acordo com Steve Wynn, no Cotai “haverá uma maior fatia de receitas que não virá do jogo”, em comparação com o complexo da operadora em Macau. Steve Wynn explicou que “as proporções entre mesas VIP e as mesas de massas será mais ao menos a mesma”, e que  “ as receitas poderiam até ser iguais se procurássemos o mesmo tipo de clientes.” No entanto, garante Wynn, “no Cotai vai haver uma componente forte de receitas vindas da parte que não inclui jogo”.

 

Steve Wynn afirma que a operadora não vai precisar mais do que as 500 mesas que já tem actualmente. Do mesmo modo, Wynn não se mostra preocupado com o desaceleramento do crescimento económico da China: “O crescimento deste mercado tem sido tão espectacular e a expansão tão dramática, que seria irrealista que continuasse a esse nível. Mas não é preciso que a economia cresça a esse ritmo para que este seja um óptimo local para se fazer negócio”.

 

Apesar de não ter avançado datas concretas, Steve Wynn diz que o empreendimento no Cotai  deve ficar concluído dentro de quatro anos.

 

Foi no mês passado que o Governo entregou a concessão do terreno com mais de 200 mil metros quadrados à Wynn Macau. Para o lote, a operadora tem o plano de construir um “resort” com um hotel de cinco estrelas, áreas de jogo, locais para convenções, comércio, restauração, um “spa”, a discoteca “Climax” e espectáculos de água ao ar livre.