Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 23/05/2012

O projecto para o novo posto transfronteiriço Guangdong-Macau é um dos temas hoje em destaque tanto na imprensa de língua chinesa, como nos jornais que se publicam em português e em inglês. Em Hong Kong, olhos postos no tamanho e preços das casas do mercado de segunda mão.

 

Jornais de Macau em língua chinesa (Va Kio e Ou Mun)

 

O Va Kio puxa para manchete as acções de despejo de terrenos ocupados. Dá ainda conta na primeira página de dois incidentes que estão a gerar “grande preocupação”: uma aluna do 8º ano foi agredida por sete colegas ao sair de uma sala de aula e um estudante do ensino primário foi assaltado por quatro jovens no caminho para um centro de explicações.

 

Já o Ou Mun ocupa grande parte da primeira página com o Novo Posto Fronteiriço de Guangdong-Macau, um projecto anunciado ontem. Coloca-se a possibilidade de a fronteira estar em funcionamento 24 horas por dia, salienta o jornal. Também no Ou Mun, espaço para a demolição de uma vivenda ilegal em Coloane.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Hoje de manhã, no fórum da Ou Mun Tin Toi, esteve em debate o trânsito na Ponte Sai Van. Há ouvintes que entendem que não é adequado criar uma via especial na faixa direita da travessia e sugerem que os motociclos circulem na faixa da esquerda. Um representante do Departamento de Planeamento e Desenvolvimento de Tráfego passou pela rádio para explicar porque é que essa hipótese não é viável. Outro tema a marcar a actualidade: às primeiras horas da manhã, houve um incêndio na colina da Estrada do Altinho de Ka Ho. O incidente não fez feridos.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

Na manchete do Macau Daily Times, lê-se “Novo posto fronteiriço envolve reabilitação urbana”. São as intenções do Governo para a zona norte da cidade e para o Canal dos Patos. No destaque com fotografia, a G2Asia. O jornal explica que a feira arrancou ontem com um debate acerca do desenvolvimento da indústria do jogo na região. “Executivos norte-americanos do sector questionam impostos elevados cobrados em Macau”, lê-se também.

 

O Business Daily destaca a dificuldade que as pessoas portadoras de deficiências têm no trabalho. De acordo com o jornal, uma em cada três não consegue arranjar emprego, apesar de a cidade ter falta de mão-de-obra. Ainda na primeira página do Business Daily, a notícia relativa ao financiamento de mil milhões de dólares norte-americanos que a Wynn está a tentar arranjar. A operadora fala com hoje com o sector bancário de Hong Kong.

 

O Macau Post Daily escolhe para manchete o mesmo tema do Macau Daily Times, ou seja, o megaprojecto que o Governo de Macau quer desenvolver na zona norte da cidade. Mas opta por outra perspectiva, ao escrever em título que o objectivo é este novo posto fronteiriço funcionar 24 horas por dia. Outro tema em grande destaque na primeira página do Post Daily: as acções do Facebook desceram.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Um pé na porta”, lê-se no Ponto Final, que destaca o projecto para a fronteira Guangdong-Macau: “O Governo quer testar o modelo de funcionamento das fronteiras durante 24 horas no novo posto de travessia pedestre planeado para a Ilha Verde”. Na fotografia, uma bailarina da companhia que hoje actua no Centro Cultural de Macau, para o título: “A alma de Roriz”.

 

No Hoje Macau, em foco as casas para as Forças de Segurança que o Executivo diz não ter. “Coutinho desmente e diz onde estão”, escreve o jornal em antetítulo. “Desculpa sem abrigo”, são as palavras escolhidas para a manchete. O plano apresentado ontem pelo Governo também merece chamada de primeira página no Hoje Macau: “Novo posto fronteiriço apresentado com pormenores”.

 

No Jornal Tribuna de Macau, o tema principal da edição desta quarta-feira é a feira de jogo que decorre no Venetian. “Providência cautelar põe máquinas fora de jogo”, afirma o diário, que acrescenta: “Exposição G2E Asia começa com o pé esquerdo”. Outros temas tratados na primeira página: “Macau fora do ranking das 10 cidades mais competitivas da Ásia” e “Empréstimos para habitação caíram 33 por cento num ano”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

No South China Morning Post: “O tamanho importa nas novas regras para venda de apartamentos”. A partir do próximo ano, os anúncios sobre casas em segunda mão têm de mostrar com rigor a área de utilização. Outro tema em destaque na primeira página do matutino: “Violoncelista russo despedido por causa de discussão no metro”. Um músico de uma orquestra de Pequim foi demitido depois de ter insultado uma mulher chinesa, um caso que está a gerar polémica e que veio reacender o debate sobre a xenofobia na China.

 

No China Daily, o título principal dá conta do “novo plano para reduzir desequilíbrio de rendimentos”. O Conselho de Estado está a preparar-se para aprovar medidas que têm como objectivo diminuir o fosso entre ricos e pobres.

 

Na fotolegenda da primeira página do China Daily, uma imagem de Li Keqiang. O vice-primeiro-ministro conversa com técnicos de um complexo industrial na província de Jiangsu, onde esteve ontem.

 

O Standard escolhe para manchete um caso de polícia: um homem de 51 anos foi detido depois de as autoridades terem recebido uma queixa de cibernautas. O homem divulgava na Internet vídeos onde era filmado a espancar cães.