Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 18/05/2012

Na imprensa em língua chinesa de Macau, o destaque vai para o encontro entre Chui Sai On e o presidente honorário do Instituto de Negócios Estrangeiros do Povo Chinês. Nos jornais em língua portuguesa, as manchetes são dedicadas à reacção de Jorge Neto Valente ao comunicado do Conselho de Magistrados Judiciais, que refutou as declarações do presidente da Associação dos Advogados acerca das decisões dos juízes em relação à Administração.

 

Jornais em língua chinesa de Macau (Ou Mun e Va Kio)

 

Os principais diários em língua chinesa, Ou Mun e Va Kio, dão grande destaque ao encontro do Chefe do Executivo, Chui Sai On, com o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Li Zhaoxing. O actual presidente honorário do Instituto de Negócios Estrangeiros do Povo Chinês esteve em Macau. O Va Kio conta que duas centenas de funcionários da Administração estiveram reunidos com Li Zhaoxing para o ouvirem falar sobre política externa.

 

O Va Kio reserva espaço na primeira página para o preço médio das fracções residenciais entre Janeiro e Março deste ano: registou-se um aumento de 9,5 por cento em comparação com o período homólogo do ano passado.

 

Tanto o Ou Mun, como o Va Kio noticiam também a reunião de ontem da terceira comissão permanente da Assembleia Legislativa, que esteve a debater a proposta de lei sobre as remunerações acessórias das Forças e Serviços de Segurança. O secretário da tutela, Cheong Kuok Va, vai ser chamado ao hemiciclo para esclarecer os deputados.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar destaque ao facto de haver mais funcionários nos bancos locais. O entrevistado de hoje do canal em língua chinesa da Rádio Macau é Paulino Comandante, da Associação dos Advogados de Macau, convidado por ocasião do Dia do Advogado. Paulino Comandante sugere um aumento do número de juízes no Tribunal de Última Instância. O responsável comentou ainda as declarações de Neto Valente, assegurando que o presidente da Associação dos Advogados agiu de boa-fé.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times puxa para manchete a reacção dos juízes às declarações de Jorge Neto Valente, proferidas na passada quarta-feira, com o título “Conselho de Magistrados Judiciais nega inclinação para o Governo”. No destaque com fotografia do Daily Times, a Feira de Arte de Hong Kong, que junta peças de arte contemporânea de 38 países e regiões mas, salienta o jornal, deixa os artistas locais de fora. Ainda na primeira página do matutino, uma chamada para a notícia que dá conta de uma acção de promoção da cozinha macaense no Instituto de Formação Turística.

 

No Macau Business Daily, a primeira página é ilustrada com o desenho de uma fechadura, que mostra a cidade - é uma imagem para uma notícia sobre imobiliário. “Procura sem oferta”, lê-se em título, para o texto em que se explica que os preços das fracções atingiram um recorde no primeiro trimestre de 2012. Outro assunto em foco no Business Daily é a Las Vegas Sands, que poderá ver o crédito aumentado nos próximos seis meses, de acordo com informações avançadas pela Standard and Poor’s em Hong Kong. Referência ainda para o plano de desenvolvimento da Air Macau a ser executado nos próximos cinco anos.

 

No Macau Post Daily, o protesto de ontem junto a uma loja da CTM no centro da cidade em grande destaque, com o título: “Cibernautas zangados ‘fazem-se de mortos’ por causa dos ‘maus’ serviços”. Na primeira página reserva-se espaço também para a notícia da morte da rainha do disco sound – Donna Summer desapareceu aos 63 anos.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

Os três diários que se publicam no território em língua portuguesa têm o mesmo tema em manchete: a polémica entre Jorge Neto Valente e o Conselho de Magistrados Judiciais.

 

No Hoje Macau, o título “Não ouviram o que foi dito”, acompanhado da fotografia do presidente da Associação dos Advogados de Macau, que responde aos membros do Conselho de Magistrados Judiciais, acusando-os de “reacção despropositada” às suas críticas. Na primeira página do diário, referência também à reunião de ontem da comissão da Assembleia Legislativa que está a analisar os subsídios das forças de segurança: “Agentes de segurança podem receber sem estar a trabalhar”. Espaço também para Peter Stilwell, reitor da Universidade de São José (USJ), que diz esperar que “não tenha havido derrapagem” no orçamento para a construção do novo campus da instituição de ensino superior.

 

No Ponto Final, lê-se “Conflito jurídico” em título principal – é a notícia que dá conta da divergência de opiniões entre Jorge Neto Valente e o Conselho de Magistrados Judiciais. Em falsa manchete, “A China em marcha”. “Os legados de Mao Tse Tung e Deng Xiaoping ainda persistem na estrutura chinesa”, afirma o jornal, que também chama a atenção para as declarações de Peter Stilwell. O novo reitor admite que a USJ não tem “qualquer hipótese neste momento de entrar em rankings internacionais”.

 

“Protesto de juízes ‘é despropositado’”, escreve o Jornal Tribuna de Macau a letras vermelhas – é a reacção do presidente da Associação dos Advogados de Macau ao comunicado do Conselho de Magistrados Judiciais. Na fotografia, Graça Pacheco Jorge acompanhada por um cozinheiro do Instituto de Formação Jurídica. Estão a ser filmados para um trabalho a ser transmitido pela RTP2: “História familiar narrada em documentário”. Ainda no Jornal Tribuna de Macau, “Pyongyang terá retomado obras em reactor nuclear” e “Nobel da Economia prevê ‘década perdida para a Europa e EUA’”.

 

Quanto ao único semanário em língua portuguesa que se publica em Macau, O Clarim, dá destaque a declarações do Dalai Lama, que “pedira ‘modelo RAE’ para o Tibete, com o título “Macau é solução para Olivença”. O jornal católico escreve ainda que “Entrevista d’O Clarim deu frutos: 500 anos Sião-Portugal na Torre de Macau”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post dá grande destaque ao que aconteceu no Conselho Legislativo de Hong Kong (Legco). Uma proposta de lei sobre as eleições intercalares na região motivou um debate que durou 33 horas e que só terminou porque o presidente do Legco alegou poderes, nunca antes usados, para interromper a sessão. A atitude gerou críticas por parte de vários deputados e um dos membros do hemiciclo, Leong Kwok-hung (o polémico “Long Hair”), pediu ao Supremo Tribunal da região que se pronuncie sobre os poderes efectivos do presidente do Legco.

 

Também na primeira página do South China, uma notícia sobre as novas regras para as ofertas públicas iniciais. Os principais bancos de investimento querem reuniões separadas com a entidade reguladora para discutir as medidas que se pretendem introduzir. No topo da página do matutino em língua inglesa, uma fotografia de Jean Paul Gaultier, que está em Pequim. O “mestre da criatividade” continua “forte” aos 60 anos, lê-se em título.

 

Na edição de Hong Kong do China Daily, a manchete faz-se com o índice de confiança dos consumidores na China, que atingiu valores que já não se verificavam há sete anos. O fenómeno deve-se, justifica o jornal, à queda da inflação.

 

No destaque com fotografia, o jornal pertencente ao grupo Diário do Povo mostra uma imagem de um protesto junto à embaixada norte-americana em Manila, numa perspectiva diferente da que tem vindo a ser noticiada nos últimos dias sobre as relações entre a China e as Filipinas. Um submarino dos Estados Unidos está num porto das Filipinas, um facto que o Governo de Manila interpreta como sendo um sinal da boa relação com Washington – o China Daily prefere mostrar os filipinos que estão descontentes com a presença bélica norte-americana. A fotografia serve ainda para ilustrar a notícia que dá conta da deslocação de um enviado de Manila a Pequim. A visita tem como objectivo “aliviar a tensão” que existe em torno da ilha Huangyan.