Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Tou Veng Keong: Indemnização é “decisão comercial” da CTM
Quinta, 17/05/2012

O director dos Serviços de Regulação de Telecomunicações afirmou hoje que compete à Companhia de Telecomunicações de Macau (CTM) decidir se vai ou não indemnizar os clientes afectados pelo apagão desta semana. Tou Veng Keong considera que se trata de uma “decisão comercial”, tendo afastado a possibilidade de haver falta de legislação em Macau.

 

O apagão “não tem que ver com regulação, porque estes dois apagões são ambos por erro humano”, apontou o responsável, sem precisar como é que o Governo vai agir em relação a esta nova falha no serviço de rede móvel da CTM. Tou Veng Keong limitou-se a explicar que a atribuição de licenças prevê multas e procedimentos para quem viola o que está estipulado por lei.

 

O director dos Serviços de Regulação de Telecomunicações falava hoje na cerimónia que assinalou o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação. Presente esteve também o presidente da CTM. De acordo com o canal chinês da Rádio Macau, Vandy Poon não respondeu se a empresa pretende indemnizar os clientes, à semelhança do que aconteceu depois do primeiro apagão, em Fevereiro passado.

 

Também hoje, mais de uma dezena de pessoas fez um protesto junto à loja da CTM na Rua Dr. Pedro José Lobo. Deitaram-se no chão, à chuva, numa acção organizada via Facebook. Os participantes neste protesto exigem serviços melhores, acusam a operadora de “falta de sinceridade” e entendem que a empresa deve indemnizar os clientes por este novo apagão.