Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Vai ser criada nova fronteira com Guangdong
Terça, 15/05/2012

Macau vai ter uma nova fronteira, onde está actualmente o mercado abastecedor. O novo acesso, complementar às Portas do Cerco e exclusivo para pessoas, foi anunciado pelo Chefe do Executivo, após a Conferência Conjunta de Cooperação Guangdong-Macau. “O projecto já foi estudado” por ambas as regiões, afirmou Fernando Chui Sai On que justifica também o novo acesso com “o desenvolvimento económico de Macau” e o aumento de turistas. O projecto carece ainda de autorização do Governo Central.

 

Hoje, na Conferência Conjunta de Cooperação Guangdong-Macau foram assinados cinco acordos de cooperação.

 

Ambas as regiões acordaram ainda a “criação de um mecanismo de cooperação permanente”, segundo o Governador de Guangdong, Zhu Xiaodan.

 

Macau e Guangdong assinaram ainda um memorando na área do turismo, um protocolo no âmbito do Grupo de Trabalho para Uniformização de Padrões, e o contrato de arrendamento do terreno do novo campus da Universidade de Macau na ilha da Montanha.

 

Aos jornalistas, Zhu Xiaodan afirmou que o orçamento dos projectos para a ilha ultrapassa já os 45 mil milhões de yuans. O Governador diz ainda que vai avançar também a construção de um parque industrial para pequenas e médias empresas, mas sublinhou que é preciso acelerar o ritmo da cooperação. “Temos de assegurar o livre comércio no sector dos serviços. Esperamos promover um maior dinamismo para o desenvolvimento económico, promover uma melhor qualidade de vida da população acelerando também o ritmo dos trabalhos”, garantiu Zhu Xiaodan.

 

O Governador de Guangdong acrescentou que as duas partes vão tomar algumas medidas no que respeita à segurança alimentar, mas não especificou quais.