Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Hospital da Taipa concluído em 2019
Segunda, 14/05/2012

O projecto de melhoramento das infra-estruturas do sistema de saúde sofreu algumas alterações. Por sugestão da empresa de consultadoria resolveu-se integrar as duas primeiras fases do projecto. “De acordo com a empresa é inadequado planear diferentes itens independentes, mas deve-se antes fazer um planeamento global”, explicou Lei Chin Ion director dos Serviços de Saúde.  

 

De acordo com o novo plano, o edifício das urgências, com 100 camas, vai estar concluído apenas em 2017. Dois anos depois a construção de todo o hospital deverá estar concluída.

 

Nos próximos anos vários projectos na área da saúde vão ser finalizados. No primeiro semestre de 2013 vão estar concluídas as obras do novo edifício do serviço de urgência do Hospital Conde de S. Januário. Nesta altura metade da obra já foi efectuada.

 

No alto do Monte de Coloane vai ser construído o centro provisório para tratamento de doenças infecciosas. “Nos últimos anos, temos sido ameaçados por várias doenças transmissíveis e para termos capacidade e espaço suficiente para controlar a propagação de doenças contagiosas planeámos a reconstrução do centro de isolamento de doenças infecciosas no Alto da Montanha de Coloane”, justificou Lei Chin Ion. As estimativas apontam para a conclusão das obras no segundo semestre de 2014.

 

Em Ka Ho vai ser construído, até 2015, um Hospital de Reabilitação que vai contar ainda com um lar de idosos.

 

Já em Macau, e na Praia do Manduco, vai nascer um novo centro de saúde. As obras devem estar concluídas em 2015 e o centro vai disponibilizar, entre outros serviços, “cuidados de saúde oral, de medicina tradicional chinesa, serviço de fisioterapia, aconselhamento sobre Sida e tratamento de tuberculose”, adiantou o director dos Serviços de Saúde.

 

Neste de período de transição outras medidas já foram tomadas pelo Governo, nomeadamente a abertura de um posto de urgência na Universidade de Ciências e Tecnologia, no Cotai. Lei Chin Ion faz um balanço positivo da medida indicando que o número de pessoas que recorrem ao posto tem vindo a aumentar e todos os dias são atendidas cerca de 130 pessoas.

 

O Executivo tem ainda mais planos para a Universidade de Ciência e Tecnologia: “no quarto andar do mesmo edifício planeamos a abertura de uma enfermaria, com 24 camas. É destinada aos doentes que podem ter alta hospitalar em duas semanas dos serviços de medicina interna e de ortopedia”, acrescentou Lei Chin Ion.