Em destaque

13 de Dezembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5148 patacas e 1.1755 dólares norte-americanos.

Deputados aprovam proposta 2+2 para AL
Quarta, 09/05/2012

Os deputados deram luz verde à proposta do Governo de alteração à Constituição da Assembleia Legislativa (AL), que aumenta mais quatro deputados, dois por sufrágio directo e outros dois pela via indirecta indirecta. Ainda assim, houve dois votos contra de Ng Kuok Cheong e de Au Kam San. Além disso, Paul Chan Wai Chi e Pereira Coutinho saíram, em protesto, da sessão plenária antes da votação.

 

Logo no início do Plenário, foi Paul Chan Wai Chi quem deixou a sala. O deputado da Associação Novo Macau deixou o seu lugar na bancada por considerar que a proposta do Governo para a AL “não reflecte um desenvolvimento gradual do sistema político”.

 

Passadas cerca de três horas de debate, Pereira Coutinho tomou a mesma atitude, porque a secretária para a Administração e Justiça não respondeu às questões que colocou ao longo da sessão plenária. “Estou muito desiludido. As minhas perguntas não foram respondidas e eram muito concretas e directas. A secretária pegou num papel e começou a lê-lo e parece que, assim, já respondeu às nossas questões [...] todos sabemos que este é um assunto sério, que implica a alteração da Lei Básica [...] senhora secretária, senhor presidente da Assembleia, vou protestar deixando aqui a sala”.

 

Pereira Coutinho deixou a sessão plenária depois de uma resposta de Florinda Chan a todos os deputados que teve a duração de cerca de 5 minutos. Na sua intervenção, a secretária disse apenas que tinha percebido, durante o debate, que “a maioria dos deputados” estava a favor da proposta que apresentou à AL. Além disso, Florinda Chan comprometeu-se ainda “a reforçar os trabalhos de divulgação sobre a lei básica”, depois de alguns deputados terem-na alertado para a falta de conhecimento dos residentes sobre esta lei.