Em destaque

13 de Dezembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5148 patacas e 1.1755 dólares norte-americanos.

Ao Man Long diz não ter dinheiro para multas do tribunal
Quarta, 09/05/2012

Ao Man Long disse hoje que não consegue pagar as multas fixadas pela justiça nos processos anteriores em que foi condenado. Questionado pelo presidente do Tribunal de Última Instância sobre a situação económica da família, na audiência que serviu para as alegações finais, o antigo secretário para os Transportes e Obras Públicas referiu que a situação da família “está cada vez pior”.

 

O colectivo quis saber se o arguido tem estado a frequentar cursos na prisão. Ao Man Long explicou que não tem tido “condições básicas” para frequentar este tipo de acções, integradas no plano de reinserção social do estabelecimento prisional, mas mostrou esperança em poder fazê-lo no futuro.

 

Recorde-se que Ao Man Long, a cumprir 28 anos e meio de prisão, tem dois filhos que, à data dos factos, eram menores. A mulher, Camila Chan Meng Ieng, foi condenada num processo conexo a 23 anos de prisão, encontrando-se em paradeiro desconhecido. Do núcleo familiar de Ao Man Long, foram também condenados a penas de privação de liberdade o pai, uma cunhada e um irmão, que viria a morrer durante o período de reclusão. Os restantes familiares já cumpriram as penas a que foram condenados.