Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 30/04/2012

Os jornais em língua chinesa dão hoje grande destaque – com direito a fotografia do suspeito – à detenção de um advogado estagiário da China detido em Macau por ter alegadamente assaltado quatro mulheres. O assunto também é tratado na imprensa em língua inglesa. Nos jornais que chegam de Hong Kong, vários temas em análise: o China Daily realça os resultados da visita de Li Keqiang à Rússia; o South China Morning Post faz notícia das medidas do Continente para abrandar a especulação do mercado bolsista do país.

 

Jornais em língua chinesa de Macau (Ou Mun e Va Kio)

 

O Va Kio dá espaço na primeira página a uma relíquia do budismo que chega hoje a Macau. Ainda em foco, as estimativas para a manifestação de amanhã: o jornal avança que devem ser 300 as pessoas a participar na marcha do Dia do Trabalhador.

 

Noutros destaques, o Va Kio recorda que começa amanhã a época balnear. Faz também referência ao caso do advogado estagiário da China Continental que foi detido pela polícia de Macau por suspeita de vários crimes de furto – uma história que ocupa, de resto, grande parte da primeira página do Ou Mun. O matutino mais lido do território destaca também o caso de um homem que ficou ferido com a queda de um ramo de uma árvore.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A manhã informativa da Ou Mun Tin Toi tem estado a ser feita com uma sugestão de Ng Kuok Cheong. Em interpelação ao Governo, o deputado propõe um imposto especial para os edifícios de luxo quatro vezes superior ao aplicado às restantes fracções.

 

Jornais em língua inglesa de Macau

 

O Macau Post Daily puxa para manchete o fórum de ontem da TDM, o debate semanal da estação de televisão. Este domingo, na Areia Preta, ouviram-se várias vozes a pedir ao Governo que proíba a circulação, na Ponte da Amizade, de motociclos de 50 centímetros cúbicos de cilindrada. O apelo surge na sequência de dois acidentes graves nos últimos dias.

 

O jornal dá ainda conta, na primeira página, do caso de polícia destacado também pela imprensa em língau chinesa – o advogado estagiário da China que foi detido pelas autoridades de Macau, acusado de ter assaltado uma prostituta e três turistas do sexo feminino.

 

Quanto ao Macau Business Daily, escolhe um cifrão para ilustrar a notícia de maior destaque: os preços da habitação aumentaram em April. O jornal cita dados de agências do sector imobiliário para dizer que os preços aumentaram 10 por cento nos primeiros 15 dias do mês que hoje termina, quando comparando com Abril do ano passado. Noutro destaque da primeira página do Business Daily, a indicação de que quase todos os hotéis de cinco estrelas do território já estão cheios para a Semana Dourada. Mais sorte têm os turistas que procuram unidades hoteleiras de três estrelas, onde ainda é possível encontrar alguns quartos vazios.

 

Jornais em língua inglesa de Hong Kong

 

O China Daily destaca em manchete a viagem de Li Keqiang à Rússia. O vice-primeiro-ministro defende que os governos russo e chinês devem aumentar a cooperação e os investimentos. A primeira página do China Daily reserva espaço para a cultura: o segundo Festival Internacional de Cinema de Pequim, que contou com o realizador James Cameron, terminou ontem com um concerto de gala da Orquestra Filarmónica de Londres. Durante uma semana, foram projectados filmes de 54 países e regiões.

 

No South China Morning Post (SCMP), a manchete faz-se com a notícia dos esforços da China em relação às bolsas de valores do país. A entidade reguladora do Continente está a ponderar novas regras – quando entrarem em vigor, vai ser mais fácil retirar empresas do mercado bolsista. Com as novas medidas pretende-se ainda acalmar a especulação nas ofertas públicas iniciais.

 

Noutro tema do SCMP, ilustrado com uma fotografia, a chegada a Pequim de um enviado de Washington. O diplomata Kurt Campbell tem em mãos um assunto sensível – a questão de Chen Guangcheng, que escapou à prisão domiciliária e terá procurado refúgio na embaixada norte-americana da capital chinesa. O enviado dos Estados Unidos aterrou alguns dias antes da visita à China da secretária de Estado Hillary Clinton.