Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Pereira Coutinho: processo de auscultação está “viciado”
Terça, 24/04/2012

A Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau (ATFPM) recolheu mais de dez mil opiniões sobre a reforma política. Os resultados, hoje apresentados, indicam que a maioria dos inquiridos quer a manutenção dos actuais 29 deputados, mas que quatro sejam retirados do número de nomeados e passem a ser eleitos directamente. A maioria defende também o aumento do número de membros da Comissão Eleitoral do Chefe do Executivo de trezentos para seiscentos.

 

O presidente da ATFPM, Pereira Coutinho, voltou hoje a criticar a forma como o Governo organizou o processo de consulta que diz estar “viciado”. Pereira Coutinho entende que “o mais importante é a certificação das pessoas que opinaram” e lembrou que “da última vez, com base de 2 mil e 600 pessoas, chegou-se à opinião predominante e o consenso social”. O presidente da ATFPM  afirmou ainda que confrontou “a secretária para a Administração e Justiça sobre a questão de tinha provas que trabalhadores não residentes e turistas da última vez também deram a sua opinião”.

 

O também membro da Assembleia Legislativa considera ainda que, contrariamente ao que a Administração tem afirmado, a população está consciente e tem vontade de democratização do sistema. “Só queremos saber exactamente qual é o pulso da sociedade quanto à democracia. E parece que a democracia existe e as pessoas querem isto. Só que o Governo não quer. Este é o grande problema”, afirma Pereira Coutinho.

 

A recolha de opiniões da ATFPM sobre a reforma política decorreu desde 16 de Março último até ontem, através do telefone, mensagens telefónicas e electrónicas, do Facebook, palestras e contacto directo na Associação.

 

Pereira Coutinho indica de resto não saber se as dez mil opiniões recolhidas serão incluídas pelo Governo no âmbito da segunda fase da consulta sobre a reforma política, que terminou esta semana.