Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Mão-de-obra importada sobe 4,3 por cento em Fevereiro
Segunda, 25/03/2019
O número de trabalhadores não residentes em Macau aumentou 4,3 por cento em Fevereiro, comparativamente com o mesmo mês do ano passado, de acordo com os dados divulgados pela Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais.

No total são 188.614 indivíduos, o segundo valor mais alto desde que há registos (em Novembro de 2018 o número de mão-de-obra importada foi de 188.854 indivíduos). No mês de Fevereiro de 2018 eram 180.781 os trabalhadores não residentes de Macau, ou seja a subida é de quase 8000 pessoas.

O Interior da China volta a ser a origem da maior parte da mão-de-obra, com mais de 166.773 indivíduos.

O principal ramo que absorve a mão-de-obra é o da hotelaria e restauração (53.433 indivíduos), famílias com empregados domésticos (29.412, um aumento de mais de 2000 indivíduos, em relação a 2018) e trabalhadores da construção (29.085).

João Picanço (notícia actualizada)