Em destaque

22 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2311 patacas e 1.1378 dólares norte-americanos.

FIC vai atribuir prémios para projectos e empresas
Segunda, 28/01/2019
O Governo vai atribuir dois prémios de excelência na área das indústrias culturais. Um destinado a projectos, outro a empresas. Cada um destes prémios pode chegar às 500 mil patacas, de acordo com o regulamento publicado hoje em Boletim Oficial.

Os prémios vão ser atribuídos pelo Fundo das Indústrias Culturais (FIC), que deverá criar, para o efeito, uma comissão de avaliação das candidaturas.

De acordo com o documento, o prémio para projectos destina-se a “empresas, personalidades ou associações da RAEM que desenvolvem projectos nas áreas das indústrias culturais ou conteúdos culturais e criativos, com maior potencialidade de desenvolvimento comercial, maior impacto ou maior desenvolvimento no mercado”.

Já o prémio destinado a empresas destina-se às companhias que “apresentem comprovadamente melhor desenvolvimento financeiro e industrialização”.

Há também regras quanto ao destino a dar aos prémios pecuniários. Os premiados devem utilizar o dinheiro do prémio “dentro do prazo de dois anos a contar da data da sua atribuição, para fins que contribuam para o desenvolvimento de projectos ou para a promoção e divulgação das empresas”. Para isso, os premiados devem submeter ao FIC as propostas de utilização do prémio, para que sejam previamente autorizadas. Mais tarde, devem também apresentar um relatório detalhado sobre a forma como foi aplicado o dinheiro do prémio.

Ainda segundo o regulamento publicado esta segunda-feira, as candidaturas aos prémios são abertas anualmente.

Sofia Jesus