Em destaque

22 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2311 patacas e 1.1378 dólares norte-americanos.

Turismo: Visitantes devem aumentar 5 ou 6 por cento em 2019
Quarta, 23/01/2019
Depois de um ano recorde de mais de 35,8 milhões visitantes, a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) estima um aumento de cinco ou seis por cento em 2019, até 38 milhões.

Apesar do crescimento contínuo, os visitantes internacionais continuam a ter um peso resídual e no ano passado registaram uma descida de 1,1 por cento para 3,1 milhões.

Em declarações aos jornalistas à margem do balanço anual, a directora dos Serviços de Turismo disse querer atrair mais turistas internacionais, nomeadamente dos países nórdicos e Europa de Leste, e falou na necessidade de melhorar as ligações ao aeroporto de Hong Kong. Helena de Senna Fernandes defendeu que seria benéfico para quem viaja em lazer e essencial para atrair mais convenções e eventos internacionais.

A ponte sobre o Delta veio facilitar a travessia do aeroporto de Hong Kong para Macau, mas ainda não há autocarros directos à saída do aeroporto. Para Helena de Senna Fernandes o serviço ideal era sair directamente do aeroporto de autocarro para Macau sem passar a imigração em Hong Kong.

A segunda opção seria apanhar na mesma o transporte terrestre à porta do aeroporto, mas já depois de passar a imigração. Para Helena de Senna Fernandes, o importante é dar mais opções aos visitantes internacionais que chegam ao aeroporto de Hong Kong com destino a Macau, além das actuais escassas ligações marítimas para quem chega nos voos de longo curso.

A responsável disse já ter transmitido a ideia à Direcção para os Assuntos de Tráfego (DSAT), mas reconhece que as medidas têm de passar por Hong Kong.

Dos quase 36 milhões de pessoas que entraram em Macau no ano passado, mais de 25 milhões vieram do interior da China - um crescimento de 13,8 por cento. A província de Guangdong continuou a ser o principal mercado emissor, com 41 por cento. Contando com os mercados de Hong Kong e Taiwan, o número de turistas da Grande China somou 32 milhões e seiscentos turistas em 2018.

O posto fronteiriço da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau tornou-se o segundo maior ponto de entrada no território. A ponte entrou em funcionamento em 24 de Outubro e em apenas dois meses registou a entrada de 1,05 milhões de visitantes.

Fátima Valente