Em destaque

22 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2311 patacas e 1.1378 dólares norte-americanos.

Air Macau vai perder concessão exclusiva de operações
Quarta, 16/01/2019
O Governo não vai renovar o contrato de concessão exclusiva de operação com a Air Macau. É o que avança esta quarta-feira o jornal Hoje Macau, que acrescenta que a informação foi confirmada pela Autoridade de Aviação Civil de Macau.

O contrato termina em Novembro de 2020, ao fim de 25 anos, e, segundo apurou o jornal, a Air Macau já foi notificada pela RAEM.

O Hoje Macau apurou também que a decisão de não renovação do exclusivo terá sido tomada “na sequência do estudo sobre o futuro planeamento do mercado de transporte aéreo, encomendado a uma consultora internacional, em 2017”. No entanto, refere o jornal, não são públicas as principais conclusões do relatório submetido ao Governo e que terão servido de fundamento à decisão de abrir o mercado local de aviação civil.

De acordo com dados divulgados ontem pela pela CAM – Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, a Air Macau transportou 40 por cento do total de 8,2 milhões de passageiros que utilizaram o Aeroporto Internacional de Macau no ano passado.

Sofia Jesus