Em destaque

22 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2311 patacas e 1.1378 dólares norte-americanos.

Plano da Grande Baía em Fevereiro ou início de Março
Segunda, 14/01/2019
Pequim deverá revelar no final do próximo mês ou início de Março o plano detalhado sobre o projecto da Grande Baía. É o que adianta o South China Morning Post, que refere que o documento já obteve a luz verde do vice primeiro-ministro Han Zheng.

De acordo com o jornal de Hong Kong, já terão sido limadas as complexas questões técnicas que a iniciativa envolve. Uma fonte ouvida pelo jornal – e não identificada no artigo – indica que o plano deverá ser tornado público em finais de Fevereiro, ou pelo menos antes das sessões da Assembleia Popular Nacional e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, que têm início previsto para 5 de Março.

O South China Morning Post cita uma outra fonte de Pequim, também não identificada, que explica que o plano é abrangente e não deixa de fora qualquer “parte ou agenda”, incluindo questões que envolvem a protecção ambiental.

Pelas contas do diário, há mais de três anos que o plano vinha a ser desenvolvido.

O jornal recorda, ainda, que cada uma das 11 cidades abrangidas pelo projecto da Grande Baía terá um papel específico a desempenhar. O de Macau é o de se assumir como uma cidade internacional de turismo e uma plataforma para o comércio entre a China e os países de língua portuguesa.

Hong Kong deverá afirmar-se como centro financeiro internacional e como centro de transportes, enquanto Cantão assumirá um papel de liderança enquanto cidade central nacional, acrescenta o diário. Shenzhen destaca-se como região económica e especial e ainda como cidade da inovação, lembra também o South China Morning Post.

Sofia Jesus