Em destaque

21 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2742 patacas e 1.1424 dólares norte-americanos.

Obras de grande dimensão nas vias públicas aumentam em 2019
Terça, 18/12/2018
O plano de obras viárias nas vias públicas prevê, para o próximo ano, 57 intervenções de grande dimensão, um aumento de 35 por cento em relação ao ano passado. Os responsáveis do Grupo de Coordenação de Obras Viárias dizem que a intervenção na Avenida do Almirante Lacerda será das que terá maior impacto no trânsito, com uma duração prevista de 180 dias.

A intervenção prevê a construção de um colector pluvial para prevenir inundações em caso de chuvas torrenciais. A Avenida e Rotunda da Amizade, a Avenida do Cotai e a Estrada da Baía da Nossa Senhora da Esperança são algumas das outras vias que também vão sofrer obras de grandes dimensão. Para 2019 há 298 obras previstas nas vias públicas, o que corresponde a uma redução de 3 por cento em relação a 2017.

Há um ano, o Grupo de Coordenação das Obras Viárias tinha prometido aplicar multas às empresas responsáveis por atrasos e atribuir prémios às que concluíssem as empreitadas antes do prazo. Um ano depois, os responsáveis governamentais não foram capazes de dizer quantas obras foram concretizadas respeitando os prazos. “Não temos os números nas nossas mãos”, afirmou Chiang Ngoc Vai, dos Serviços para os Assuntos de Trágego.

Em 2017 o Comissariado de Auditoria divulgou um relatório onde criticava os mecanismos de fiscalização do Grupo de Coordenação das Obras Viárias. O relatório denunciava que os departamentos governamentais “não procedem à supervisão dos trabalhos de fiscalização” e a fiabilidade dos registos “gera sérias dúvidas, impedindo o controlo efectivo do cumprimento dos prazos”.

André Jegundo