Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Bairros comunitários devem preparar-se para receber turistas
Terça, 11/12/2018
Os bairros comunitários e as zonas mais antigas de Macau devem preparar-se para poderem atrair mais turistas, defendeu o chefe da Secção para o Estudo das Políticas do Desenvolvimento da Economia de Bairros Comunitários, Chui Sai Peng, no final da reunião plenária de 2018 do Conselho para o Desenvolvimento Económico.

De acordo com o responsável, foram identificadas como “prioritárias” três zonas: a Praça de Ponte e Horta, a Rua dos Ervanários e o Iao Hon.

Segundo Chui Sai Peng, “porque são zonas mais antigas, têm diferentes condições e também estão a enfrentar alguns problemas em que alguns turistas têm dificuldades em ter acesso a estes bairros comunitários”.

No encontro desta manhã do órgão consultivo, presidido pelo Chefe do Executivo, Chui Sai On, ficou o compromisso de que “vamos melhorar as medidas que estão relacionadas com os transportes e o abastecimento de energia”, explicou Chui Sai Peng.

Nesse âmbito, “também já apresentámos algumas sugestões aos serviços competentes para melhor conseguirmos atrair os cidadãos e os turistas para os bairros comunitários”.
No entanto, Chui Sai Peng considera que “os próprios bairros têm de melhorar os aspectos que podem atrair os turistas”.

O também deputado diz que já há colaboração com casinos e hotéis que têm disponibilizado transporte para os bairros mais antigos de Macau.

Chui Sai Peng adiantou ainda que vai ser criado um novo grupo interdepartamental para tratar do desenvolvimento dos bairros antigos.

Hugo Pinto