Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Conselho Executivo aprova classificação de Lai Chi Vun
Quarta, 05/12/2018
O Conselho Executivo deu luz verde à classificação dos Estaleiros de Lai Chi Vun como património cultural. O regulamento que vai concretizar a classificação foi hoje apresentado e deve entrar em vigor nos próximos dias, quando for publicado em Boletim Oficial.

São cinco as zonas definidas pelo regulamento que classifica os 17 estaleiros de acordo com o estado de conservação. A zona 1 inclui três estaleiros e prevê a manutenção integral das estruturas existentes. A vice-presidente do Instituto Cultural (IC), Leong Wai Man, diz que são os únicos que “têm condições de estabilidade” para serem preservados.

Os restantes 15 estaleiros estão repartidos por outras duas zonas com diferentes restrições na construção. Na zona 3, que é mais permissiva, prevê-se ainda assim a preservação das "características dos espaços abertos", com uma "altura máxima de construção de 11 metros", "coberturas inclinadas e grandes estruturas em vãos, em harmonia com as características iniciais dos estaleiros".

O regulamento contempla ainda a "manutenção das características do estuário do rio e da paisagem natural" e também a manutenção integral das antigas oficinas de calafetagem. De acordo com o Instituto Cultural, o próximo passo é preparar um plano de dinamização para o local. Para já, o IC diz apenas que quer utilizar o local para mostrar as técnicas de construção naval.

“Quanto às finalidades que vão ser atribuídas aos estaleiros não temos ainda uma decisão final. O que nós pretendemos é mostrar as técnicas de construção naval de Lai Chi Vun”, afirmou Leong Wai Man. O grupo de trabalho que vai definir a utilização a dar aos estaleiros é liderado pelos Serviços de Obras Públicas e inclui o Instituto Cultural e a Direcção dos Serviços de Turismo.

André Jegundo