Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Alexis Tam promete “evento cultural a nível mundial”
Segunda, 03/12/2018
O próximo ano deverá ficar marcado pela estreia de um “evento artístico a nível mundial” em Macau, prometeu o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, no primeiro dia de apresentação e debate das Linhas de Acção Governativa para as áreas que tutela.

Na Assembleia Legislativa, sem avançar detalhes, Alexis Tam afirmou que, “em articulação com os eventos artístico-culturais do Governo, tais como o Festival de Artes de Macau, o Festival Internacional de Música e o Festival Juvenil Internacional de Dança, será criado um evento artístico a nível mundial de maior envergadura – Arte Macau, de modo a criar um evento cultural a nível mundial e transformar a cidade numa nova plataforma asiática de intercâmbio artístico internacional”.

As ambições do secretário foram contrastadas com as críticas de despesismo por parte da deputada Ella Lei, que identificou alguns eventos como o “Encontro de Mestres de Wushu”, representando “despesas de cerca de 18 milhões”, ou o Festival Internacional de Cinema, “entre outros que têm grandes despesas”.

Para a deputada, a equipa do secretário deve “fazer uma avaliação para divulgar junto da população”.

Ella Lei também levou a debate o facto de haver “um número muito grande de obras de centenas de milhões”.

A deputada referiu, como já tinha feito numa interpelação, o caso da remodelação do Museu do Grande Prémio: “Achamos esquisito. O orçamento era de cerca de 300 milhões e agora é de cerca de 800 milhões. Será que não precisam de esclarecer essa estimativa?”

Na resposta, o secretário admitiu que, “quanto aos investimentos de grande envergadura, temos de ter muita cautela, pelo que já disse aos meus colegas que, nas futuras obras, esperamos que a Assembleia Legislativa nos possa dar oportunidade de prestar esclarecimentos no hemiciclo”.

Hugo Pinto