Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Lisboa e Pequim estreitam parcerias durante visita de Xi
Domingo, 02/12/2018
O presidente chinês vai estar em Lisboa nos próximos dias 4 e 5 de Dezembro. Trata-se da primeira visita oficial de um chefe de Estado chinês a Portugal desde 2010 e acontece a dois meses de se assinalarem os 40 anos das relações diplomáticas entre Lisboa e Pequim.

Aos canais portugueses da TDM, o ministro português dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, diz que será “uma visita com muitos resultados substantivos”.

“Teremos uma declaração conjunta e assinaremos vários memorandos de entendimentos e de acordo com a República Popular da China em vários domínios, que vão desde o domínio científico até ao domínio económico. Porque hoje em dia a cooperação entre Portugal e a China faz-se a diferentes níveis: educação, ciência, mercados, indústrias e ao nível diplomático. A minha expectativa é que a visita do presidente Xi Jinping não será apenas importante do ponto de vista político e político-diplomático, como marcará avanços concretos na cooperação bilateral”, sublinhou em entrevista aos canais portugueses da TDM.

Portugal é o quarto país europeu onde cresceu mais o investimento chinês na última década.

Com as novas áreas de cooperação resultantes da visita, Augusto Santos Silva defende que Pequim e Lisboa estão empenhadas em colocar em práticas as parcerias já existentes.

“Isso passa por uma maior abertura dos mercados chineses às exportações portugueses, designadamente agro-alimentares e continuação do investimento chinês em Portugal, mas sobretudo um investimento industrial produtivo gerador de emprego e não apenas aquisição de activos. Passa pelo reforço das ligações, o que inclui as ligações aéreas. De tudo isso nós falaremos na visita do presidente chinês”, afirmou.

Segundo o governante, os dois países estão a trabalhar para que as ligações aéreas directas que foram suspensas este ano sejam retomadas.

Marta Melo com Gilberto Lopes em Lisboa