Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

IPOR: IV Encontro “Pontos de Rede” junta 40 professores
Sexta, 28/09/2018
Arrancou hoje no IPOR o IV encontro de Pontos de Rede de Ensino de Português como Língua Estrangeira na Ásia. Nesta edição participam 40 docentes. Destes, 19 apresentam comunicação científica ou coordenam oficina sobre tema específico aplicado ao ensino da língua portuguesa.

O encontro, que decorre até amanhã, tem como convidado de honra João Veloso, da Universidade do Porto. O académico veio a Macau apresentar os principais motivos e objectivos da criação de uma pró-reitoria dedicada à promoção da língua portuguesa.

João Veloso fala do português como activo do país e da exigência em formar professores de português como língua estrangeira na Ásia.

“Em áreas como as nossas, os resultados não são mensuráveis como nas ciências sociais e exactas. Não registamos patentes nem fabricamos produtos, formamos sobretudo material humano. (...) Sabemos que a procura de professores de português não se faz somente pela quantidade, mas também com uma grande preocupação com a qualidade”, afirma.

Este encontro já trouxe a Macau docentes da Indonésia e Índia e Vietname, entre outros. Nesta edição, juntam-se, primeira vez, professores da Austrália e de Timor-Leste.

A coordenadora do IPOR, Clara Oliveira, destaca resultados positivos e também “muito trabalho a fazer” na abordagem do ensino de português como língua estrangeira.

Clara Oliveira diz que é preciso traçar bem o perfil do aluno para depois implementar as estratégias mais adequadas.

“Os aprendentes chineses têm alguma relutância, por exemplo, na produção e interacção oral, e há que desmistificar um pouco esses medos e a ansiedade que está sempre associada, e tentamos dar mais espaço nesse tipo de competências nas aulas de português como língua estrangeira”, sublinha.

Fátima Valente