Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Telecomunicações: "Segurança dos dados é importantante"
Quinta, 20/09/2018
Os centros de dados são “muito importantes para as empresas, bancos, e também para o Governo”. A directora dos Serviços de Correios e Telecomunicações, Derby Lau, comentava assim a criação do primeiro centro de dados da CTM em Hong Kong.

“Esta é uma mudança de tecnologia que ninguém pode recusar. No ano passado, o tufão Hato destruiu muitos documentos ou dados electrónicos de algumas pequenas e médias empresas. Assim, há a necessidade da segurança do centro de dados. Julgo que este acto também é na sequência dessa necessidade”, afirmou.

Segundo Derby Lau, a CTM foi a única operadora a formalizar o pedido para transferir os dados para um centro em Hong Kong, mas a directora dos Serviços de Correios e Telecomunicações não descarta a possibilidade de outras operadoras fazerem o mesmo pedido.

A medida envolve a eventual transferência de dados pessoais de entidades de Macau. A directora dos Serviços de Correios e Telecomunicações diz desconhecer se entre estas entidades há também serviços do Governo.

A responsável observou, no entanto, que essa é uma matéria sob a alçada do Gabinete de Proteccção de Dados Pessoais (GPDP). Este gabinete pediu à empresa para tomar medidas eficazes no sentido de proteger os interesses dos titulares dos dados.

Derby Lau falava aos jornalistas à margem do lançamento da 35ª Exposição Internacional Asiática de Filatelia.
Esta é a primeira edição em Macau, organizada pelos Correios e pelo Clube de Filatelia. Na mostra há selos de 23 representantes de países ou regiões, com destaque para oito colecções raras.

A directora dos Serviços de Correios e Telecomunicações indicou que a filatelia continua a ser “uma forte fonte de receita, mas já não tão alta como em 2016”. Antes era mais de metade das receitas dos Correios. Agora representa menos de 20 por cento do total.

Derby Lau não apontou uma razão em especial para a descida. Disse que na filatelia “há picos altos e baixos”. Não obstante argumenta que este género de exposição ajuda a impulsionar as receitas.

Fátima Valente