Em destaque

16 de Novembro 2018: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1802 patacas e 1.1335 dólares norte-americanos.

Metro: GIT insiste que não é possível fixar valor global
Sexta, 14/09/2018
“O Governo não dispõe de condições para dar início à elaboração dum orçamento financeiro referente à implementação da construção das linhas do traçado”. É nestes termos que o Gabinete para as Infra-Estruturas de Transportes (GIT) reage ao relatório do Comissariado da Auditoria que, ontem, questionava, de forma virulenta, a viabilidade económica do metro de superfície.

O relatório avançava com uma estimativa sobre o investimento público em todas as linhas do metro - 51,2 mil milhões de patacas. O Gabinete para as Infra-Estruturas de Transportes (GIT) continua a alegar que “não é possível determinar o custo do projecto global”, mas o CA “tem dúvidas sobre se a falta das referidas condições impede realmente o cálculo da estima do custo do investimento”, pode ler-se no documento.

Hoje, o GIT veio responder, em comunicado, que “não é adequado proceder ao somatório das previsões financeiras das diferentes condições fundamentais que servem como despesas do preço global do projecto”. “A estimativa de custos será efectuada com base em um único traçado para adaptar melhor aos trabalhos de supervisão e controlo orçamental e de gestão financeira”, considera, sem fixar ainda qualquer valor global final.

Carlos Picassinos