Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Barijat: Probabilidade alta de sinal 3 amanhã de manhã
Terça, 11/09/2018
Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG) informaram que “a probabilidade de emitir o sinal número três amanhã de manhã (dia 12) é relativamente alta”.

Hoje e amanhã, os SMG prevêem que o ciclone tropical Barijat continue a “intensificar-se e a atravessar a parte norte do Mar do Sul da China movendo-se para Oeste, numa velocidade, relativamente, rápida e em direcção à península de Leizhou”.

“É esperado que amanhã à noite o ciclone tropical cruze o ponto mais próximo do território”. Nessa altura, “o vento vai intensificar-se significativamente, e os aguaceiros e trovoadas vão aumentar gradualmente”, acrescentam.

Esta quarta-feira as concentrações do ozono deverão ser elevadas. “A ausência de nuvens vai facilitar a produção deste poluente, e a qualidade do ar no território pode atingir o nível insalubre”, adiantam os SMG, aconselhando as pessoas com problemas respiratórios ou cardiovasculares a reduzirem o esforço físico e a evitarem actividades ao ar livre.

O sinal 1 foi içado hoje às 11 horas e o alerta de “Storm Surge” foi emitido às 17 horas. A probabilidade de emitir o aviso de “Storm Surge” azul amanhã à tarde “é moderada”.

Está ainda prevista a possibilidade de ocorrência de inundações ligeiras no Porto Interior, entre a noite de quarta-feira e a madrugada de quinta-feira, pelo que as autoridades apelam à população a prestar atenção e a tomar as medidas preventivas necessárias.

Entretanto, o Mangkhut evoluiu para super-tufão e vai continuar a movimentar-se para a oeste nos próximos dias. Prevê-se que no fim-de-semana, o sistema afecte, significativamente, a costa Sul da China.

“Como o Mangkhut ainda está a uma distância considerável de Macau, as incertezas sobre o impacto que vai trazer para o território são, relativamente elevadas. Apelamos à população que preste atenção ao impacto da Barijat em Macau, em primeiro lugar”, observam os SMG.

Fátima Valente