Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Sulu Sou pede retoma dos processos adopções dos galgos
Segunda, 10/09/2018
Sulu Sou pede ao Governo para “pressionar a Yat Yuen e a Anima a acelerarem os processos de adopção dos galgos”. O vice-presidente da Novo Macau diz que “as adopções estão paradas” e que levar os animais para fora do canídromo só vai criar mais problemas.

O também deputado defende ainda que tanto a sociedade protectora dos animais [Anima] como a empresa concessionária do canídromo [Yat Yuen] devem “ser mais transparentes”.

“O processo de adopção é o mais importante. Penso que se conseguirmos acelerar o processo de adopção, o problema vai ficar resolvido. Não é necessário encontrar outro local e levar os cães daqui. Cria mais problemas o facto de eles arranjarem outro local em Coloane. Alguns residentes fizeram-nos queixas, estão preocupados com o barulho dos cães”, afirmou.

Sulu Sou acrescentou que enquanto “departamento do Governo, o Instituto para os Assuntos Cívicos e Sociais (IACM) devia pressionar mais a Yat Yuen a cumprir as suas responsabilidades”.

Sulu Sou falava aos jornalistas depois de uma visita ao Canídromo esta tarde. A Associação Novo Macau pediu a visita há um mês ao Instituto para os Assuntos Cívicos e Sociais, para ver o estado de saúde dos galgos e as instalações do canídromo. Isto depois de, na altura, ter recebido queixas de alguns voluntários. Hoje, Sulu Sou disse que os galgos estão melhores.

Desde o dia 20 de Julho, quando terminou o contrato de concessão de corridas de galgos, que o tratamento dos galgos do canídromo está ao cuidado do IACM.

Os galgos têm de sair do canídromo até dia 29 deste mês.
Em Julho, o IACM recebeu um requerimento da Yat Yuen para o realojamento dos galgos no Pac On, num edifício desocupado no terreno privado na zona a Taipa.

Posteriormente, a Yat Yuen propôs realojar os cães em 11 moradias. E finalmente sugeriu transferir os animais para o terreno na Cordoaria, em Coloane, junto ao Paraíso dos Gatos. Há cerca de um mês, a TDM - Canal Macau avançou que a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT) não levantou quaisquer problemas para que a Yat Yuen transfira os galgos para o terreno em Coloane, junto ao Paraíso dos Gatos.

O presidente da Anima, Albano Martins, já disse que esta era a solução “mais viável” para o acolhimento dos animais.

Fátima Valente