Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Empresária de Macau julgada em Hong Kong por corrupção
Terça, 04/09/2018
A empresária de Macau, Cheyenne Chan, e o antigo vice-secretário para os assuntos económicos do Governo de Hong Kong, Wilson Fung, compareceram hoje em tribunal pela primeira vez. Em causa as acusações de que foram alvo por parte da Comissão Independente Contra a Corrupção.

De acordo com a acusação, a empresária de Macau – que é cunhada do magnata do jogo Stanley Ho - terá pago, em 2004, 510 mil dólares de Hong Kong ao antigo responsável governamental para obter benefícios para as companhias de helicópteros de que era proprietária.

De acordo com a Rádio Pública de Hong Kong hoje, em tribunal, a acusação destacou que Wilson Fung era, à época, responsável por áreas como a negociação de serviços aéreos e a alocação de direitos de tráfego.

Cheyenne Chan era então diretora de três companhias aéreas de helicópteros: a Helicopters Hong Kong Limited, a Hong Kong Express Airways Limited e a Heli Express Limited.

Os dois saíram hoje em liberdade condicional, mediante o pagamento de fiança. Voltam a marcar presença em tribunal a 18 de setembro.

André Jegundo