Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

FM distribui mais subsídios com reforço nos serviços sociais
Quarta, 22/08/2018
Entre Abril e Junho, a Fundação Macau distribuiu cerca de 318 milhões de patacas em subsídios. O valor traduz-se num aumento de 76 por cento, comparativamente ao montante distribuído no mesmo período do ano passado, que foi cerca de 179 milhões de patacas.

A lista referente aos apoios atribuídos no segundo trimestre deste ano foi hoje publicada em Boletim Oficial.

A Diocese de Macau foi a instituição mais beneficiada nestes três meses recebeu da Fundação Macau 53 milhões de patacas para obras de reparação no Colégio Diocesano de São José e aquisição de equipamentos. O apoio enquadra-se uma “ajuda especial” aos prejuízos causados, há um ano, pelo tufão Hato.

A Diocese recebeu ainda a primeira prestação, de 400 mil patacas, para a Academia de Música.

Há mais instituições católicas e religosas abrangidas nesta leva de apoio. As Filhas Canossianas da Caridade, por exemplo, receberam a última tranche – de 6, 7 milhões de patacas – para o jardim de infância do colégio do sagrado do Coração de Jesus.

No segundo trimestre deste ano, a Fundação Macau distribuiu também subsídios pelas principais associações que prestam serviços sociais, como a Federação das Associações dos Operários de Macau, que beneficiou de um apoio de 21, 5 milhões. O subsídio dá cobertura a 24 instituições e 50 filiais da associação.

Já a Associação Geral das Mulheres, com 19 centros de serviço, recebeu 13,5 milhões, também para custear o plano de actividades anual.

São também várias as associações de matriz portuguesa cobertas nesta ronda de apoios, com destaque para a Casa de Portugal, que conseguiu um apoio de 5,2 milhões de patacas.

Já o Clube Militar, para o plano de actividades e obras de decoração, recebeu um subsídio de 2,7 milhões de patacas.

Para a APOMAC (Associação dos Aposentados, Reformados e Pensionistas de Macau) o apoio foi de 225 mil patacas, mais 390 mil patacas, ao abrigo do “plano de aumento do subsídio” anual.

Já Associação dos Trabalhadores da Função Pública recebeu 1,4 milhões de patacas.

Há outras associações ligadas a deputados a receber fundos da Fundação Macau, como a Aliança povo de Instituição, com um subsídio de 11,5 milhões de patacas.

São também várias as organizações de jovens que receberam apoios entre Abril e Junho. Dois exemplos: a Asociação dos Jovens de Macau Oriundos de Jiangmen, com um apoio de 750 mil patacas, e a Federação da Juventude de Macau, que recebeu 5, 5 milhões.

A Fundação Macau voltou também a subsidiar várias instituições de ensino. No segundo trimestre deste ano, a principal beneficiada foi a Fundação da Universidade de Ciência e Tecnologia que recebeu 12,5 milhões patacas para custear o plano anual de 2015/2016.

Sónia Nunes