Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Centro Juvenil do Tap Seac promete “harmonia” com envolvente
Segunda, 20/08/2018
As dimensões, o estilo da fachada e o mosaico do antigo Hotel Estoril vão ser preservados no futuro Centro Juvenil do Tap Seac, prevê o projecto de arquitectura, que o responsável diz ter sido orientado pelo “princípio da harmonia” com a área envolvente.

Foi hoje apresentada oficialmente a proposta vencedora do concurso público para a concepção do Centro Juvenil de Actividade Culturais, Recreativas e Desportivas do Tap Seac.

Tal como a TDM – Rádio Macau tinha avançado na sexta-feira, a empresa vencedora foi a Companhia de Arquitectura e Design Chan Kam, que propõe concluir o desenho do futuro centro em 233 dias a partir da celebração do contrato com o Governo, pelo valor de 49,8 milhões de patacas.

No projecto de arquitectura, que vai implicar a demolição do antigo hotel e da Piscina Estoril, é dada prioridade à integração urbana e na natureza envolvente, como explicou o presidente do júri do concurso público, Wong Chio In, chefe da Divisão de Equipamentos Educativos dos Serviços de Educação e Juventude: “De acordo com os requisitos da planta de condições urbanísticas, devemos proteger a visão ambiental dos 70 metros acima do nível do mar da Colina da Guia. Por isso, a altura do edifício, na parte frontal, não deve ultrapassar os 29,3 metros e a altura na parte traseira não deve ultrapassar 38,6 metros acima do nível do mar”.

Também as árvores junto ao antigo Hotel Estoril vão ser preservadas.

De acordo com o arquitecto responsável, Chu Chan Kam, uma ideia guia o projecto: “O nosso princípio é de conseguir harmonia com a zona da Praça do Tap Seac, coordenar de forma harmoniosa com as construções ao redor, em termos de medidas, cor e materias de construção”.

No que toca ao aspecto do antigo Hotel Estoril, de 1962, o arquitecto diz que será respeitada a “forma segmentada da fachada” e que o mosaico do escultor italiano Oseo Acconci, que “faz parte da memória colectiva”, será mantido, mas mais recuado.

Falta é saber como isso se faz, disse Wong Sai Hong, do Instituto Cultural: “Como é que podemos retirar [o mosaico] e colocar de novo? Temos uma equipa, sob a supervisão do Instituto Cultural, que vai fazer isso. Precisamos de algumas técnicas mais profissionais para poder realizar este projecto”.

O Centro Juvenil do Tap Seac vai ter um parque de estacionamento público com 900 lugares, piscina aquecida com cobertura retráctil aberta o ano inteiro, zona de actividades culturais e recreativas para os jovens, sala de artes e espectáculos e vai ainda alojar o Conservatório de Macau.

O Governo ainda não tem calendário para a abertura do concurso que vai adjudicar a empreitada, nem estimativa sobre o custo ou a duração da obra.

No concurso público realizado no último dia 6 de Março foram recebidas 11 propostas, mas apenas nove foram admitidas, depois de uma ter sido rejeitada e outra desistido.

Hugo Pinto