Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Direitos dos residentes: RAEM agradece rapidez a Pequim
Quinta, 16/08/2018
“A RAEM apresenta os mais sinceros agradecimentos pela rapidez com o Governo Central respondeu às exigências dos residentes de Hong Kong, Macau e Taiwan, que se traduz numa maior conveniência de procura de emprego, de estudo” de viagens e empreendimentos na região da Grande Baía de Guangdong, Hong Kong e Macau demonstrando “o carinho do Governo Central por esses compatriotas”.

É esta a reacção do Executivo à decisão hoje tomada pelo Conselho de Estado em conceder os mesmo direitos dos nacionais chineses aos residentes de Macau, Hong Kong e Taiwan que vivem e trabalham no continente. Os benefícios incluem igualdade no acesso a cuidados de saúde, segurança social e educação.

O Executivo também libertou o número de estudantes de Macau a estudar na China no ano lectivo de 2016/2017. De acordo com o Gabinete de Acesso ao Ensino Superior são 8336 alunos a estudarem no interior da China.

Diz ainda o comunicado do Governo que “esta é uma medida importante de apoio à integração de Hong Kong e Macau no quadro do desenvolvimento da China”.


Carlos Picassinos