Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

AL: Rejeitado pedido de debate sobre Viva Macau
Terça, 07/08/2018
Os deputados rejeitaram hoje uma proposta de debate que visava questionar o Governo sobre o caso Viva Macau. A proposta apresentada em conjunto pelos deputados Pereira Coutinho e Sulu Sou foi chumbada com 24 votos contra e seis a favor.

A maior parte dos deputados argumentou que o caso do empréstimo do governo à companhia aérea está sob investigação do Comissariado Contra a Corrupção (CCAC) e que um debate na Assembleia Legislativa iria influenciar o inquérito.

Pereira Coutinho e Sulu Sou queriam saber por que falharam as garantias dos empréstimos à Viva Macau e quem são os responsáveis pela não recuperação dos empréstimos concedidos à companhia aérea.

Na leitura da proposta de debate de interesse público, Pereira Coutinho reconheceu que o caso ja foi debatido na Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Finanças Públicas da Assembleia Legislativa, mas alegou que a população tem direito a saber o que se passa, uma vez que as comissões decorrem à porta fechada.

Mas a maioria dos deputados não ficou convencida. Ma chi Seng e Ip Sio Kai foram dos primeiros a manifestar-se contra. Davis Fong foi mais além. Disse que não é através do debate que se consegue descobrir a verdade.

O CCAC abriu, no final de Julho, um inquérito sobre o empréstimo do Governo de 212 milhões de patacas à companhia aérea Viva Macau. O inquérito foi aberto depois de os Serviços de Economia terem avançado que o caso ocorrido há 10 anos deve ser analisado novamente.

Fátima Valente