Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Número de novas sociedades aumentou 17,5 por cento até Junho
Segunda, 06/08/2018
O número de empresas constituídas em Macau no primeiro semestre foi de 3173, um aumento de 17,5 por cento em termos anuais, de acordo com os Serviços de Estatística e Censos.

Apesar do aumento, o capital social global foi de 456 milhões de patacas, montante que traduz uma descida de 93,9 por cento.

Na primeira metade do ano, dissolveram-se 433 sociedades com um capital social de 167 milhões.
Até ao fim do segundo trimestre, o número de sociedades registadas em Macau era de 63.787, ou seja, mais 4832 em termos anuais.

Só no segundo trimestre foram criadas 1720 empresas, mais 491 do que no mesmo período do ano passado.

De acordo com os Serviços de Estatística e Censos, o capital social das novas sociedades foi de 221 milhões de patacas, menos 97 por cento na comparação anual.

Esta descida é justificada pela constituição de “uma sociedade de gestão de fundos com um capital social relativamente elevado no período homólogo do ano passado”.

Em termos de ramos de actividade económica, predominaram as sociedades comerciais, bem como de serviços prestados às empresas.

Já o número de empresas dissolvidas no segundo trimestre foi de 169, com um capital social de 50 milhões.

O capital social das sociedades constituídas era proveniente, principalmente, de Macau (105 milhões) e da China (64 milhões), nomeadamente da província de Guangdong (19 milhões).

O capital social oriundo das cidades chinesas da Grande Baía totalizou 19 milhões de patacas – destas, 64,4 por cento pertenciam a Zhuhai.

Hugo Pinto