Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Substâncias Perigosas: Rosário não comenta Wong Sio Chak
Quinta, 02/08/2018
O secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, respondeu com factos em vez de dar explicações sobre a escolha da localização para construir o depósito e armazém provisórios para tratar substâncias perigosas em dois terrenos no Cotai.

Esta terça-feira, o secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, disse que cabe às Obras Públicas explicar à população.

Raimundo do Rosário respondeu hoje que não comenta declarações dos colegas do Governo. “Isso está fora de questão. Acho que nunca o fiz”, afirmou aos jornalistas.

O secretário para os Transportes e Obras Públicas sublinhou que a Planta de Condições Urbanísticas (PCU) foi aprovada em meados Julho no Conselho de Planeamento Urbanístico (CPU).

“Neste caso concreto, a PCU já foi feita e foi sujeita a consulta pública, como são todas. Já foi apresentada na CPU, foi discutida, e agora vamos iniciar a fase de projecto”, afirmou.

Questionado se a decisão é irreversível, o governante respondeu: “Eu não disse isso. Até as leis se podem mudar. Tudo se pode mudar”.

Residentes de Seac Pai Van entregaram esta terça-feira ao Governo uma petição com mais de 7000 assinaturas contra a localização para o depósito e armazém provisórios para tratar substâncias perigosas na zona do Parque Industrial da Concórdia.

Na petição, o Governo é acusado de não ouvir a população sobre este projecto.

De acordo com o documento, um dos armazéns vai ficar a menos de 200 metros de residências, algo que viola directrizes em vigor na China no que toca ao armazenamento de químicos perigosos, e que recomendam uma distância de um quilómetro.

No final de Junho, o projecto de construção de um crematório no Cemitério Sa Kong, na Taipa, foi suspenso, depois de críticas dos moradores que se mostraram contra a proximidade do crematório.

A população manifestou-se nas ruas mesmo depois da suspensão do projecto.

Fátima Valente