Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Taxista suspenso por sequestro e cobrança abusiva
Terça, 31/07/2018
Um taxista suspeito de sequestro e de cobrança abusiva foi suspenso do exercício da profissão. Esta é uma das medidas de coacção aplicadas pelo Ministério Público ao taxista, que também está sob termo de identidade e residência e obrigado à apresentação periódica às autoridades. As medidas incluem também a prestação de caução.

O Ministério Público informou que o caso remonta ao dia 28 deste mês.

O taxista pode enfrentar pena de prisão até três anos ou pena de multa pelo crime de coação. Já por sequestro, pode ter de cumprir entre um a cinco anos de cadeia, de acordo com o Código Penal.

Pela prática de preço ilícito, o taxista pode passar entre seis meses a três anos atrás das grades ou ser sujeito a uma pena de multa não inferior a 120 dias. Havendo negligência, a pena é de prisão até um ano ou multa não inferior a 60 dias, de acordo com o Regime jurídico das infracções contra a saúde pública e contra a economia.

Fátima Valente