Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Lai Chi Vun: classificação avança com 5 zonas de protecção
Terça, 31/07/2018
O Instituto Cultural vai avançar para a classificação dos estaleiros navais de Lai Chi Vu e propõe que o sítio seja dividido em cinco zonas de protecção, com diferentes exigências de preservação. Dos 12 estaleiros que restam, apenas três serão mantidos como estão – noutros casos, a demolição é uma hipótese.

O plano de conservação foi apresentado hoje ao Conselho do Património Cultural. À saída da reunião, a vice-presidente do IC, Leong Vai Man, sublinhou que a reconstrução dos estaleiros vai depender da “avaliação de engenheiros e arquitectos”.

O objectivo do instituto é preservar tanto quanto possível – até porque, estando os estaleiros classificados, só podem ser demolidos se houver risco de ruína. “O projecto de concepção tem de cumprir as condições previstas. Se não causar perigo para a segurança púbica, podemos agir de acordo com a lei de salvaguarda do património cultural”, disse Leong.

Ainda em Junho, 14 dos 17 membros Conselho do Património Cultural mostraram-se contra a classificação dos estaleiros por trazer entraves à reconstrução. O plano de conservação apresentado agora é mais consensual.

Em três estaleiros, está prevista a preservação completa das estruturas. Já a zona dois do plano abrange sete estaleiros, onde pode haver “restruturação e revitalização de acordo com as características” originais. Na zona três do plano, referente a dois estaleiros, a obrigação é também manter as “características dos espaços abertos”.

Ao contrário do que chegou a estar previsto, hotéis estão fora de questão, indicou Leong Vai Man, ao explicar que o Instituto Cultural está mais interessado abrir museus e espaços para as indústrias culturais e criativas.

No plano para Lai Chi Vun, o IC cria ainda uma área de preservação de 40 metros sobre a costa.

Já na direcção da colina do Alto de Coloane, foi alargada a zona de protecção a um raio superior a 18 mil metros quadrados, integrando parte da estrada de Lai Chi Vun, Estrada do Campo e Largo do Cais.

A confirmar-se a zona tampão, há restrições para a construção em altura na zona: os edifícios não podem ir além dos 8,9 metros.

O processo de classificação dos estaleiros navais tem de ficar concluído até 15 de Dezembro.

Ao abrigo da lei do património, a classificação pode ter várias categorias. No caso dos estaleiros, vão ficar classificados como “sítio”.

A reunião do conselho decorreu à porta fechada, contrariando a prática de sessões anteriores, em que não foi discutida a classificação dos estaleiros.

Leong Vai Man justificou a decisão, alegando que a matéria envolve matérias confidenciais. “Temos de tratar assuntos mais privados pelo que não podemos deixar os jornalistas assistir às reuniões. Os assuntos podem fazer referência a proprietários particulares. Não podemos deixar que essas informações sejam divulgadas abertamente”, afirmou.

De acordo com a vice-presidente do Instituto Cultural, nenhum membro do conselho apresentou declarações de interesses.

Sónia Nunes