Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Yat Yuen propõe ao IACM realojar os galgos no Pac On
Sexta, 27/07/2018
O Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) recebeu um requerimento da Yat Yuen para o realojamento dos galgos no Pac On. De acordo com o organismo municipal, a companhia de corridas de galgos pretende que os 533 animais sejam colocados num edifício desocupado no terreno privado na zona a Taipa.

O IACM está a analisar a proposta, mas no comunicado congratulou-se por a empresa mostrar consciência das responsabilidades para com os animais.

A Yat Yuen pede agora para estender o prazo para reclamar os cães, pois o novo local precisa de obras. O novo prazo pedido é de 60 dias. Recordamos que o prazo anterior definido pelo organismo municipal – e previsto na lei - é de sete dias úteis, que começaram no momento imediato à tomada do terreno do canídromo, que aconteceu à meia-noite do passado sábado. Portanto, esta solução apresentada pela Yat Yuen está ainda dentro do prazo previsto.

Em declarações aos jornalistas, e veiculadas pelo TDM - Canal Macau, Zoe Tang, membro da direcção da Anima – Sociedade Protectora dos Animais, acredita que a sugestão vai ser boa para os galgos.

“A proposta vai, certamente, ser excelente para os animais, amantes dos animais e pessoas que estão preocupadas com este assunto. Também vai melhorar a qualidade de vida dos galgos, no futuro. Nenhum animal poderá ser, de forma alguma, enviado para a China continental e sítios como esse. Os procedimentos de adopção também vão ser mais restritos”, referiu Zoe Tang.

A mesma fonte acrescentou que os funcionários do agora extinto canídromo vão ser propostos pela Anima para ajudarem no tratamento dos animais até à mudança para o novo local, algo que deve demorar os tais 60 dias. A Yat Yuen tem estado à procura de soluções para os 129 trabalhadores do canídromo.

A companhia, que antes tinha alegado, através do advogado, que não tinha condições para acolher os galgos fora do canídromo, oferece agora esta solução. Para além disso, promete “cooperar com as associações de protecção dos animais nos cuidados aos galgos e coordenação dos trabalhos posteriores de adopção”, de acordo com o comunicado, que acrescenta que “todas as despesas resultantes de cuidados temporários estão a cargo da Yat Yuen”.

João Picanço com Canal Macau