Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Viva Macau: AL desvaloriza eventual papel de Edmund Ho
Quinta, 26/07/2018
A Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Finanças Públicas admite voltar a chamar o Governo a prestar mais esclarecimentos sobre o empréstimo de 212 milhões de patacas à Viva Macau. Para os deputados, falta saber ao certo quem aprovou o crédito.

Pelos valores envolvidos, os empréstimos teriam de ser autorizados pelo Chefe do Executivo, na altura, Edmund Ho. Mak Soi Kun, presidente da Comissão, diz que os deputados pediram aos Serviços de Economia “pormenores da apreciação e autorização” dos apoios e a “lista de membros da comissão” do Fundo de Desenvolvimento Industrial e de Comercialização que avaliaram o pedido de empréstimo.

Em 2009, Kevin Ho, sobrinho de Edmund Ho, era director-executivo da Viva Macau. O empresário esteve também na administração e gestão da empresa-mãe da companhia aérea, a Eagle Airways, tal como pai, William Ho, irmão de Edmund Ho, entretanto falecido.

Para a Comissão, está fora de questão analisar eventuais conflitos de interesse: “A matéria de acompanhamento é a actuação do Governo segundo a lei. Acompanhar que alguém é familar de outro não cabe nas competências da Comissão”, disse Mak Soi Kun, ao defender que a questão envolve matérias do foro privado.

Sónia Nunes