Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Sai Van: IACM promete ter em conta opiniões da população
Terça, 27/03/2012

O Governo promete ter em atenção as opiniões da população em relação aos planos para a zona do Lago Sai Van. É a reacção do presidente do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) às críticas deixadas pela deputada Kwan Tsui Hang numa interpelação ao Executivo.

 

“Recordo que já fizemos uma consulta pública sobre esse plano. É natural que haja opiniões diferentes. Vamos debruçar-nos sobre todas as opiniões, de forma a que elas possam servir de referência para os trabalhos que aí vêm”, afirmou hoje Raymond Tam à Rádio Macau.

 

O presidente do IACM confirma ainda que o plano para a zona do lago Sai Van vai incluir um parque de estacionamento, mas garante que serão tomadas medidas para minimizar os efeitos na paisagem. “O parque de estacionamento está de facto previsto no plano. Quero salientar que o plano avança sem aterros no lago de Nam Van. O parque de estacionamento vai ser construído nos terrenos actuais e a nossa ideia é que a altura do parque não seja superior ao nível da Avenida Doutor Stanley Ho, para que possamos manter uma boa paisagem na zona”, explicou à Rádio.

 

Na interpelação escrita ao Governo, citada hoje pelo jornal Ponto Final, a deputada Kwan Tsui Hang mostra-se preocupada com o impacto do projecto do Complexo Turístico da Praça do Lago Sai Van. O projecto, levado a consulta pública no final do ano passado, prevê a criação de restaurantes, um mercado nocturno, lojas, um teatro aberto e ainda um parque de estacionamento.

 

Kwan Tusi Hang lembra que faltam em Macau espaços de lazer abertos e os que existem - como o de Sai Van - devem ser protegidos. A deputada alerta ainda para o impacto ambiental do projecto na zona.