Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Docomomo pede classificação do Edifício Rainha Dona Leonor
Domingo, 15/07/2018
O Edifício Rainha Dona Leonor está já numa lista internacional de risco, depois do alerta dado pela Docomomo Macau à congénere internacional. O edifício está situado junto ao Hotel Sintra, na Avenida Infante D. Henrique.

Esta semana, o grupo, presidido por Rui Leão, entrega ao Instituto Cultural um pedido de classificação.

“O Governo emitiu uma planta de condições urbanísticas que não tem nenhuma ressalva patrimonial. Portanto, permite a construção com o dobro da altura, de onde se pode concluir que autoriza a total demolição do edifício”, explicou à TDM- Rádio Macau, Rui Leão.

O tema foi hoje discutido numa mesa redonda organizada pelo grupo Civil Power, da deputada Agnes Lam.

O arquitecto lembra que, naquela zona, os “edifícios institucionais que foram encomendados e construídos, na altura, representam, em conjunto, uma ideia de modernidade da cidade”.

O Edifício Rainha Dona Leonor é da autoria de José. “Há relações muito claras entre o desenho de fachada dele e arquitectura do Le Corbusier. A aplicação de novos temas compositivos de fachada, a aplicação do rectângulo de ouro, de uma série de sistema de arborização de fachada, são os primeiros casos e raros casos que temos na área da arquitectura em altura no período modernista”, explicou Rui Leão.

Nestas declarações à TDM-Rádio Macau, o arquitecto sublinhou ainda que o prédio é o “primeiro a aplicar o elevador em Macau”. Há ainda outra particularidade: “tem um tipologia que também não se repetiu muito – muito interessante - que é a de usar o apartamento em duplex em toda a altura”, acrescentou Rui Leão.

Marta Melo