Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Angela Leong nega pedido para exportar cães para Hainão
Quinta, 12/07/2018
Angela Leong negou hoje ter qualquer plano para exportar galgos para exploração de corridas em Hainão e garantiu que nunca apresentou qualquer pedido relacionado com um projecto de turismo na ilha.

As declarações da directora executiva do Canídromo, feitas esta manhã, na Assembleia Legislativa, surgiram depois de o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais ter confirmado ao Jornal Tribuna de Macau que a empresa pretende exportar os cães para Hainão no âmbito de um projecto de turismo.

Foi uma notícia avançada hoje pelo jornal, em que o ICAM diz estar a analisar a intenção de exportação dos galgos por parte do Canídromo e indica que o processo “pode demorar algum tempo”, uma vez que as corridas de galgos são, por enquanto, ilegais em Hainão.

Em declarações aos jornalistas, na Assembleia Legislativa, Angela Leong disse não ter qualquer informação sobre esta matéria, referindo apenas que está disponível para aceitar pedidos de adopção apresentados por alguma associação de protecção de animais de Hainão.

Sobre a intenção da empresa de usar as instalações do Macau Jockey Club, Angela Leong disse que o arrendamento das cavalariças vazias para o alojamento de galgos está a ser discutido com a empresa desde 2016.
A empresária tem interesses nas duas companhias.

Sónia Nunes