Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Voluntários vão ter mais formação para resposta a catástrofe
Quinta, 05/07/2018
A Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) vai reforçar a formação sobre a protecção e resposta a desastres e catástrofes. Criado em 2012, o “Mecanismo de organização de voluntários juvenis” conta actualmente com cerca de cinco mil pessoas.

“Vamos colaborar com diferentes serviços públicos, com a Protecção Civil, para fortalecer o seu conhecimento para a prevenção. Numa situação de grande desastre, eles já se conseguem proteger e depois ajudar os outros”, afirmou Wong Ka Ki, chefe da Divisão de Formação e Apoio ao Associativismo Juvenil, após a reunião plenária do Conselho de Juventude.

“Será que este reforço do mecanismo é na sequência da experiência do tufão Hato? Para além disso, este mecanismo está há alguns anos em funcionamento e queremos aproveitar este momento para o aperfeiçoar”, acrescentou.

Wong Ka Ki adiantou que a divisão vai convidar “equipas profissionais, nomeadamente da China, para partilharem conhecimentos práticos” sobre situações reais de socorro e resposta a desastres com os voluntários de Macau, que podem ser de várias áreas.

“Por exemplo, pessoas com conhecimentos de línguas, que sabem fazer reparações eléctricas ou têm cursos de enfermagem”, ilustrou Wong Ka Ki.

Fátima Valente