Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

IACM só actua após pedido para alterar registo dos galgos
Segunda, 25/06/2018
José Tavares diz que o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) só actua no processo de adopção dos galgos quando é pedida a alteração de registo dos animais.

Esta é a reação do presidente do IACM em relação ao que designou por “adopção directa do Canídromo para associações ou para pessoas que queiram adoptar”, uma iniciativa levada a cabo ontem no canídromo, e que José Tavares diz ter tido conhecimento pela comunicação social.

A iniciativa foi reportada à comunicação social pelo presidente da Anima, Albano Martins, que disse ter enviado pessoal da associação para assistir e que a acção contou com cerca de 100 pessoas, oriundas de Macau, Hong Kong, China continental e Taiwan. No evento, terão sido apresentados mais de 50 galgos.

De acordo com Albano Martins, um dos funcionários da Anima disse que havia pelo menos um veterinário interessado em adoptar alguns galgos para transfusões de sangue. O funcionário deu também conta do interesse manifestado por um dono de uma loja de animais, que queria adquirir dois galgos para colocar no estabelecimento comercial.

Para José Tavares, os funcionários do IACM não têm de acompanhar in loco as iniciativas de promoção de adopção dos animais.

“Acompanhamos à posteriori. Isto é, quando forem precisas certificações para os cães saírem, então nós actuamos”, afirmou à TDM - Rádio Macau.

José Tavares observou que até à data não foram submetidos quaisquer pedidos de alteração de registo dos cerca de 650 galgos.

O presidente do IACM diz, no entanto, que vai continuar a exigir à Companhia de Corridas de Galgos cumpra as suas responsabilidades sociais, de acordo com a Lei de Protecção dos Animais.

Fátima Valente