Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Governo só fala de ausência de retroactivos na Assembleia
Sexta, 23/03/2012

O Governo só vai justificar a ausência de retroactivos na próxima actualização salarial na função pública quando for à Assembleia Legislativa discutir a proposta, diz José Chu. Entrevistado pela Rádio Macau, o director dos Serviços de Administração e Função Pública recusa-se a explicar porque é que, pela primeira vez desde 1999, o Governo não contempla retroactivos nos aumentos de 6,45 por cento previstos este ano.

 

“Penso que este problema poderá ser esclarecido pelo representante do Governo na altura da discussão na Assembleia”, afirma. “O Governo vai esclarecer na Assembleia. E sobretudo a nota justificativa já tem uma explicação”, acrescenta Chu, que presidiu à comissão que decidiu das actualizações.

 

Na nota justificativa nada é dito, porém, sobre o motivo de não haver retroactivos. A introdução à proposta de lei refere apenas que a actualização dos salários na função pública se deve à subida das remunerações no sector privado, que aumentaram em média 7,5 por cento no ano passado.