Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

PME podem pedir apoio até 600 mil patacas
Quinta, 22/03/2012

 

O Conselho Executivo deu luz verde à proposta de alteração  do plano de apoio às Pequenas e Médias Empresas de Macau (PME). De acordo com a alteração, que já estava prevista nas Linhas de Acção Governativa para 2012, o limite do apoio passa de 500 mil patacas para 600 mil.

 

Esta é a terceira alteração ao regulamento desde que o plano de apoio às PME foi criado em 2003.

 

O porta-voz do Conselho Executivo, Leong Heng Teng, justificou o aumento com os “desafios no que respeita ao ambiente de negócios”, nomeadamente “a falta de recursos humanos e os aumentos do arrendamento”. A par disso, acrescenta Leong Heng Teng, “face ao impacto ecónomico externo, é difícil obter financiamento”.

 

Os dados oficiais indicam que desde 2003 e até Novembro do ano passado, mais de seis mil pequenas e médias empresas apresentaram pedidos de apoio. Destes cinco mil e 345 foram aprovados, num valor de mais de mil e 196 milhões de patacas.

 

De acordo com Leong Heng Teng, houve ainda 163 casos de PME’s que não devolveram a verba concedida ao abrigo deste plano de apoio. Destas 16 já regularizaram a situação. Ao Governo falta reaver cerca de 23 milhões de patacas de um total de mais de 25 milhões.