Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Defesa de Sulu Sou: Julgamento devia ser anulado
Domingo, 10/06/2018
A defesa do Sulu Sou considera que existem razões para a anulação do julgamento em que o deputado foi considerado culpado do crime de reunião ilegal quando a imunidade parlamentar tinha sido levantada por acusações de crime de desobediência qualificada.

Num comunicado tornado público, o deputado considera que os direitos enquanto arguido foram desrespeitados tal como a autonomia e a autoridade da Assembleia Legislativa uma vez que, sublinha,"a autorização para ser julgado decorre da AL e não dos tribunais".

Sulu Sou considera por isso que mantem imunidade face a quaisquer outras acusações que não a desobediência qualificada e que se o tribunal entendesse alterar o tipo de crime deveria ter informado a Assembleia Legislativa e aguardado pelo levantamento da imunidade relativa ao novo crime. "O levantamento da imunidade não é um cheque em branco", observa.

“Fui por isso informado pelo meu advogado que o julgamento e a sentença vão contra a lei devendo ser considerados nulos”, proclama.

Carlos Picassinos