Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Conselheiros das Comunidades pedem mais qualidade no ensino
Sexta, 08/06/2018
O conselheiro das Comunidades Portuguesas Pereira Coutinho pede mais qualidade no ensino da História, política e línguas aos alunos do ensino secundário e universitário em Macau.

“Temos, ao longo dos anos, tido a percepção que, de facto, em termos de preparação, para os futuros desafios dos jovens em diversos sectores da comunidade em Macau, eles têm alguns défices de conhecimentos da situação de Macau”, disse.

Pereira Coutinho falava aos jornalistas depois de um encontro dos Conselheiros das Comunidades portuguesas com o director dos Serviços de Educação e Juventuve (DESJ), Lou Pak Sang.

O também deputado apontou lacunas no conhecimento, “nomeadamente da História de Macau, questões relativas à situação social, questões da estrutura política e constitutiva de Macau e domínio das línguas, que é extremamente importante”.

Esta semana, a imprensa local deu a conhecer que os novos manuais de História elaborados por uma editora estatal chinesa alegadamente incluem alusões negativas ao período da Administracao Portuguesa.

Pereira Coutinho disse que se esqueceu de falar desta questão na reunião, mas observou que o director da DSEJ é bastante acessível e que a questão irá ser abordada.

“É preciso ser esclarecida essa questão. Não há dúvidas. Porque nós não viemos cá para ocupar o que quer que seja, foi sempre de uma forma passiva. Aquilo que eu aprendi no Liceu Nacional Infante Dom Henrique em Macau é que os portugueses estiveram cá porque foram aceites”, afirmou.

Fátima Valente