Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Governo: FSS sem problemas financeiros nos próximos 50 anos
Quinta, 07/06/2018
O ano de 2017 foi “positivo” para o Fundo de Segurança Social, de acordo com os dados apresentados pelo Executivo à Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Finanças Públicas. No ano passado, as receitas líquidas do fundo totalizaram 6,8 mil milhões de patacas, segundo o presidente da comissão, Mak Soi Kun.

O deputado afirmou que, segundo os dados do Governo, em 2017, o fundo registou receitas de 10,8 mil milhões de patacas: “5,5 mil milhões foram decorrentes das receitas do jogo e 700 milhões vêm de contribuições pagas pelos cidadãos e de taxas de importação de trabalhadores”.

Já as despesas totalizaram quatro mil milhões de patacas, sendo que, destes, “94 por cento foram destinadas a prestações do regime de segurança social e as despesas com o subsídio também tiveram um aumento para 300 milhões de patacas”, acrescentou Mak Soi Kun.

Quanto aos activos, são provenientes de depósitos a prazo e de investimentos financeiros, com as receitas geradas a atingirem 4,8 mil milhões de patacas. Segundo Mak Soi Kun este valor “consegue assim cobrir todas as prestações do Fundo de Segurança Social e das prestações para pensões para idosos”.

“A taxa de receita do investimento, em 2017, foi de 6,4 por cento. A situação do fundo é estável”, concluiu.
Para os próximos anos, adiantou Mak Soi Kun, o Governo estima um aumento do número de beneficiários do fundo. Ainda assim, disse o deputado, a situação é estável: “de acordo com os dados facultados pelo Governo, nos próximos 50 anos, o Fundo de Segurança Social não terá problemas para pagar aos beneficiários”.

O Governo, referiu Mak Soi Kun, encomendou um estudo sobre carteiras de investimento para definir uma nova política nesta área. Os resultados devem ser conhecidos no mandato do actual Executivo.

Marta Melo