Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Ambrose So:Nova direcção da SJM à altura de futuras licenças
Quarta, 06/06/2018
Para Ambrose So, director executivo da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), a nova liderança da empresa é a mais indicada para a fazer frente ao futuro concurso para licenças de jogo. Daisy Ho vai substituir o pai, Stanley Ho, na liderança da empresa a 12 de Junho.

“Pensamos que esta é a melhor estrutura para seguir em frente e nos prepararmos para a extensão e os novos contratos quando houver o concurso”, afirmou Ambrose So.

O empresário considerou que “está tudo a correr bem” e sublinhou que “o Dr. Stanley Ho é uma pessoa importante na SJM Holdings e não pode ser substituído por ninguém do actual grupo de directores”.

Ambrose So justificou a escolha de Daisy Ho com a experiência que tem em finanças e gestão.

Quanto ao futuro do jogo, Ambrose So disse que há espaço para um novo operador em Macau, embora, acrescente, “isso depende da decisão do Governo Central e do Governo de Macau, sobre quantas concessões são boas para o desenvolvimento futuro de Macau”.

“Eles dizem sempre que gostariam de regular o tamanho do sector do jogo e não sei se isso corresponde à escala e ao que têm em mente. Penso que é algo para decidirem”, acrescentou.

Hoje, o GGRAsia e a Macau News Agency escreviam que os terminais da Unionpay foram removidos de lojas de penhores dos casinos no Cotai, segundo uma informação das agências Sanford C. Bernstein e Morgan Stanley. Mas Ambrose So desvaloriza estas notícias: “A Unionpay pode instalar terminais em qualquer lado. Em qualquer lado em Macau, mesmo que tenham de sair das instalações dos casinos. Mas para já não vejo grande impacto com esta política da Union Pay”
Ambrose So falava esta tarde à margem da abertura de uma galeria sobre a história do jogo, no segundo andar do Hotel Lisboa. Em exposição estão várias slot machines dos anos 70 e também jogos que já desapareceram, como a lotaria chinesa. O espaço está aberto do meio-dia às 18h e a entrada é gratuita

Marta Melo